4 perguntas para Yoshinori Ohsumi, vencedor do Nobel de Medicina

Ohsumi é o 25º japonês a ganhar um prêmio Nobel, e o quarto a obter o de Medicina, segundo meios de comunicação do Japão.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/10/2016 15:15

JIJI PRESS

O relógio marcava 6h43 de ontem quando o pesquisador japonês Yoshinori Ohsumi atendeu à ligação do Correio Braziliense. “Professor Ohsumi falando”, disse a voz do outro lado da linha, no Instituto de Tecnologia de Tóquio. O mais novo laureado com o Nobel de Medicina parecia sereno, apenas 13 minutos depois do anúncio de seu nome pelo Comitê Nobel do Instituto Karolinska, em Estocolmo. Em entrevista exclusiva, Ohsumi falou sobre a conquista do Nobel de Medicina, citou as dificuldades da pesquisa e explicou a importância da decifração da autofagia para a ciência. Pouco depois, ao retornar a ligação, a reportagem escutou vários gritos de comemoração ao fundo e foi informada de que o Nobel participaria de uma conferência de imprensa. Foi quando o premiê japonês, Shinzo Abe, lhe telefonou para dar os cumprimentos pela façanha.

Um Nobel de Medicina é considerado o topo que qualquer cientista pode atingir. O senhor sonhava em conquistar tamanho reconhecimento?
Sim, é uma felicidade muito grande para mim. Mas, agora, está acontecendo o anúncio do Comitê...

Mais tarde, provavelmente será impossível falar com o senhor. Eu gostaria de insistir na entrevista. O senhor imaginava essa honraria?

Não, não, não. Completamente não.

Quais foram os principais desafios que o senhor encontrou ao longo da pesquisa?
Ok. O ponto é que eu trabalhei por muito tempo com a levedura. Este é um ponto. Ao utilizar o sistema da levedura, nós pudemos encontrar muitos genes necessários para a autofagia. Isso mudou muito a pesquisa sobre a autofagia em todo o mundo. Isso porque a identificação de genes é algo essencial para a autofagia e tem uma enorme importância no entendimento sobre o processo da autofagia em muitos tipos de função da célula. (risos)

Qual é a importância da autofagia na compreensão do funcionamento celular?
Eu acredito que a degradação das proteínas é uma função tão fundamental para as células. Então, eu acredito que a degradação das proteínas é tão importante quanto a síntese proteica. Eu preciso interromper a entrevista agora para assistir ao anúncio do Comitê Nobel...
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.