Fazer exercícios só nos fins de semana traz grandes benefícios para a saúde

O risco de morte por doença cardiovascular foi 40% mais baixo para "atletas" de fim de semana do que para adultos sedentários, e o risco de morte por câncer foi 18% menor

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/01/2017 15:33 / atualizado em 09/01/2017 16:41

As pessoas que se exercitam principalmente nos finais de semana podem colher grandes benefícios para a sua saúde, incluindo um risco significativamente menor de morrer de câncer e de doenças cardíacas do que as pessoas que não fazem nenhuma atividade física, disseram pesquisadores na segunda-feira. 

Atualmente, os especialistas recomendam que as pessoas façam 150 minutos de atividade física moderada por semana, ou 75 minutos de exercícios intensos. 

Mas não há consenso sobre a frequência com que uma pessoa precisa se exercitar, e se as atividades devem ser feitas diariamente ou se podem ser condensadas em um ou dois dias. 

Os resultados, publicados na revista médica Journal of the American Medical Association (JAMA) Internal Medicine, mostraram que há um benefício para as pessoas que concentram todo o seu exercício físico em um ou dois dias da semana, e que são muitas vezes chamados de "guerreiros de fim de semana". 

O estudo revelou que estes guerreiros de fim de semana tendiam a ser homens que praticavam em média 300 minutos de exercícios por semana, em um ou dois dias, segundo o estudo. 

Comparando este grupo com adultos sedentários, os pesquisadores descobriram que aqueles que se exercitaram apenas um ou dois dias por semana tiveram um risco 30% menor de morrer por doenças. 

O risco de morte por doença cardiovascular foi 40% mais baixo para guerreiros de fim de semana do que para adultos sedentários, e o risco de morte por câncer foi 18% menor. 

"É uma notícia muito animadora que ser fisicamente ativo apenas uma ou duas vezes por semana está associado a um menor risco de morte, mesmo entre as pessoas que fazem alguma atividade mas não atingem os níveis de exercício recomendados", disse o autor sênior Emmanuel Stamatakis, professor na Universidade de Sydney. 

"No entanto, para obter benefícios de saúde ótimos com a atividade física é sempre aconselhável cumprir e exceder as recomendações", acrescenta. 

O estudo se baseou em quase 64 mil pessoas que preencheram pesquisas de saúde na Grã-Bretanha, e confiou na intensidade e duração auto-relatadas dos exercícios. 

Os pesquisadores também advertiram que, uma vez que 90% dos entrevistados eram da raça branca, os benefícios dos exercícios de fim de semana podem não ser generalizáveis %u200B%u200Bpara toda a população.
 
Por France Presse 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.