"Tinder para orangotangos" mede emoções em experimento holandês

Primeiros resultados indicam que os bonobos, espécie de macaco em risco de extinção, reagem mais fortemente a fotos que mostram comportamentos positivos, como atividade sexual ou catação de piolhos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/02/2017 15:38

Uma reserva animal na Holanda está fazendo com que macacos reajam às imagens de seus companheiros em um tablet, um programa apelidado "Tinder para orangotangos" pela imprensa holandesa. 

Para entender melhor suas emoções, os pesquisadores mostraram a orangotangos e bonobos do Apenheul Primate Park, perto da cidade central de Apeldoorn, fotos de outros macacos, e avaliaram suas respostas - de neutras a agressivas, disse o parque. 

"Depois de ver as fotos, os macacos têm que apertar um botão na tela", informou o parque. "Desta forma, podemos medir sua capacidade de reação". 
 

A pesquisa, realizada em parceria com a Universidade de Leiden, poderia melhorar os programas de reprodução de macacos, disse o parque. 

"O Apenheul quer saber se os orangotangos fêmea (...) podem mostrar uma preferência por companheiros potenciais olhando fotos em um tablet, antes deles serem levados para a Holanda", publicou o jornal local De Stentor.

Os primeiros resultados indicam que os bonobos, espécie de macaco em risco de extinção, reagem mais fortemente a fotos que mostram comportamentos positivos, como atividade sexual ou catação de piolhos, disse o parque. 

"O estudo mostra que os primatas prestam atenção às emoções de seus pares", disse o parque. "Agora sabemos, por exemplo, que os bonobos usam a linguagem corporal para reconhecer as emoções". 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.