Debate no Correio traz o diálogo como solução para a intolerância

O debate, que ocorre na próxima quarta-feira, no auditório do Correio Braziliense, é promovido pelos Diários Associados e pela Associação Brasileira de Comunicação Empresarial

postado em 22/02/2016 12:00 / atualizado em 22/02/2016 16:20

Frente aos novos paradigmas estabelecidos pela internet, terreno fértil para debates e também confrontos, o seminário Dialogar para liderar trará elementos da história do diálogo para compreensão dos atuais desafios da comunicação. O evento, que ocorre na próxima quarta-feira, das 9h às 18h, no auditório do Correio Braziliense, é promovido pelos Diários Associados e pela Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje).

Maurício Garcia de Souza/ ALESP - 10/9/13


Após a abertura, feita por Edinho Silva, ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, e por Álvaro Teixeira da Costa, diretor-presidente do Correio Braziliense, às 9h, o seminário será composto por três mesas. Na primeira, o professor Adriano Machado Ribeiro, da Universidade de São Paulo (USP) apresentará a genealogia do diálogo, desde a Grécia Antiga. Às 13h30, o conferencista será Paulo Marinho, presidente do Conselho Deliberativo da Aberje, que colocará em pauta os obstáculos do presente a serem enfrentados pela comunicação. Renato Janine Ribeiro, professor de filosofia da USP e ex-ministro da Educação, discorrerá sobre a relação entre a democracia brasileira e os paradigmas para o diálogo e a liderança. Jornalistas, advogados e acadêmicos participarão de todas as rodas de discussão como debatedores.

A escolha dos conferencistas e debatedores foi feita a fim de permitir que as mesas apresentassem diversas vertentes e visões, como um debate saudável. “O Renato Janine Ribeiro, por exemplo, tem tido uma exposição nas redes sociais muito crítica e interessante: tenta ouvir os dois lados, ponderar e achar um meio-termo”, exemplifica Hamilton dos Santos, diretor-geral da Aberje. “O professor Adriano Machado Ribeiro, que participará da primeira mesa, exemplificará que o diálogo vem desde os gregos e é fundamental, mas precisa ser feito corretamente — ele trará momentos da história do pensamento e mostrará o que funcionou e o que não”, adianta.

Leia mais notícias em Brasil

A ideia do evento, diz Santos, veio da percepção da necessidade de se fomentar o nível do diálogo no país. “A internet, mais especificamente as redes, exemplifica bem a indigência dialógica na sociedade, a incapacidade de conversar, de ouvir melhor as premissas antes de tirar conclusões e de reconsiderar as premissas do outro. As redes sociais, hoje, viraram uma espécie de ‘Flamengo versus Fluminense’, com reflexo na democracia”, emenda.

O diretor-geral da Aberje será um dos responsáveis pelo encerramento do encontro e trará elementos acerca da comunicação e do diálogo com os públicos. As inscrições podem ser feitas pelo telefone (61) 3214-1554 ou pelo e-mail dialogarparaliderar.cb@gmail. com.

Realização

  • Correio Braziliense
  • aberj

Apoio

  • aba

Patrocínio