Treinadores vocais nascidos ou criados na cidade fazem sucesso país afora

Talentos locais podem ser conferidos nas produções High school musical e Camp rock

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/02/2015 08:00

Rebeca Oliveira /

Felipe Machado/Divulgação
 

Mauro Motoki. À primeira vista, talvez, o nome não soe familiar. A situação se inverte ao citar projetos em que o brasiliense se envolveu, como a série e o filme High school musical e Camp rock, ambos da Disney. Assim como outros artistas locais, Motoki tem se destacado por um trabalho que, embora fique restrito aos bastidores, consolida a capital como um celeiro de talentos na área de coaching e treinamento vocal.

Formado em órgão elétrico pela escola Claude Debussy, onde estudou com o maestro Vladimir Fiuza, Mauro iniciou a trajetória de maneira mambembe, como muitos adolescentes da cidade. “Na escola, tocava covers de rock com amigos”, recorda-se. Da primeira apresentação em público, no Clube do Exército, ao convite da Disney para trabalhar com adaptações de trilhas e treinamentos vocais, passaram-se mais de 20 anos.

Em 2005, Motoki e a banda Ludov foram chamados para criar uma canção para o telefilme musical High school musical. Desde então, tem recebido outras propostas de trabalhos da gigante do entretenimento americana. Mauro também foi um dos produtores da série musical Clubversão, exibida na HBO, que trazia nomes como Céu, Criolo, Paulo Miklos e Arnaldo Antunes recriando clássicos da música brasileira e internacional em seu estúdio.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.