SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Inktober vira febre mundial e reúne ilustradores profissionais e amadores

O movimento propõe que um desenho seja publicado a cada dia do mês de outubro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/10/2016 07:00 / atualizado em 12/10/2016 17:56

Igor Silveira


Quando o ilustrador Jake Parker desenvolveu o conceito do Inktober, no estado norte-americano de Utah, em 2009, não imaginava a proporção que a ideia tomaria. O plano era simples: todo ano, em outubro, entusiastas de desenhos, profissionais ou amadores, fariam uma ilustração por dia. Pessoas do mundo inteiro aderiram à provocação de Parker e rabiscar os mais diferentes assuntos no décimo mês do ano já se tornou uma tradição.

 

“É legal desenhar sem pauta, ou melhor, escolher a própria pauta. Todo dia, desenhamos assuntos determinados, o que é bacana, mas é bom aliviar um pouco. Ano passado, fiz uma série sobre faroeste no cinema, foi muito divertido. No final, estava revendo todos os filmes. Sérgio leone, Clint Eastwood etc. Em 2016, optei por uma sequência sobre futebol, já que sempre quis ser jogador, mas esse esporte é um amor não correspondido. É um jeito de estar perto do que gosto”, conta o artista do Correio Kleber Sales. “Acabo conhecendo gente de todo lugar. Em 2015, por conta do Inktober, conheci Miran, um cara que eu admiro, editor da revista Grafica. Uma das mais importantes revistas de ilustração e design do Brasil. E gente do mundo todo.”

Segundo Thiago Fagundes, que também é ilustrador no Correio, tudo começou com uma brincadeira no ano passado. “Foi para mostrar meu trabalho e acompanhar o de vários desenhistas do mundo todo. A tag #inktober une a classe e, como muitas vezes, trabalho desenhando só no computador, acho legal sujar as mãos de tinta um pouco”, conta aos risos.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade