SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Morre ator Orival Pessini, criador do Fofão e Patropi

Aos 72, ele lutava contra um câncer de baço e estava internado em São Paulo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/10/2016 10:06 / atualizado em 14/10/2016 10:06

Patropi e Cia/Divulgação

Morreu na madrugada de sexta-feira (14) o ator Orival Pessini. Criador dos personagens Fofão (Balão mágico), Sócrates (Planeta dos homens) e Patropi (Praça Brasil), Orival estava com 72 anos e lutava contra um câncer no baço. Ele estava internado no Hospital São Luiz do Morumbi, na Zona sul de São Paulo.  
 
''Perdemos hoje às 4 horas da manhã um grande artista, uma pessoa que trouxe alegria a várias gerações com seu humor adulto para as crianças com o Fofão'', escreveu no Facebook o empresário Álvaro Gomes.

Pessini nasceu em 1944 e começou a carreira no teatro amador. A estreia na TV foi em 1963 no programa infantil Quem conta um conto, da TV Tupi. Já na década de 1970, o ator deu vida aos macacos Sócrates e Charles no programa Planeta dos homens, da Rede Globo. 
 
 
 
Na emissora, o ator criou Fofão, que integrou o elenco do Balão mágico. O personagem de enormes bochechas foi protagonista do TV Fofão em 1986, quando Pessini migrou para a Band. Ele se tornou um ícone infantil na década de 1980, ganhou bonecos, se tornou uma marca e ainda hoje faz sucesso.

Em 1988, o ator começou a interpretar Patropi no programa Praça Brasil. O personagem também fez participações em seriados como Escolinha do professor Raimundo, da Globo, e A praça é nossa, do SBT. 
 
Seu último trabalho na televisão foi na minissérie Amores Roubados, da Rede Globo, em 2014. Orival Pessini era divorciado, deixa um filho e três netas. 
 
*Com informações do Estado de Minas.  

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade