SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Soprano desmente história de Paula Fernandes sobre dueto com Andrea Bocelli

'Quem disse a senhorita Fernandes que a música seria cantada por três pessoas mentiu', escreveu Maria Aleida, que foi acusada de não comparecer ao show

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/10/2016 12:00

Reprodução/Internet

A polêmica em torno ao "apagão" da cantora Paula Fernandes durante o dueto da faixa Vivo por ella com o tenor Andre Bocelli em São Paulo continua. Apesar da apresentação ter sido na semana passada, a história permanece tendo novos capítulos.



Na terça-feira (18/10), a soprano Maria Aleida resolveu se pronunciar após ter sido acusada pela mãe de Paula Fernandes de não ter comparecido ao show para cantar o trecho que a artista ficou em silêncio na apresentação. "Gostaria de parabenizar todos os artistas brasileiros que tiveram a honra de atuar ao lado do tenor Andrea Bocelli, e desejar melhoras para a cantora Maria Aleida que infelizmente por problemas de saúde não pode comparecer ao concerto no dia da apresentação da cantora Paula Fernandes", escreveu Dulce Souza para justificar a falha da filha.

De acordo com Maria Aleida, sua participação não estava prevista na apresentação ao lado de Paula diferentemente do que aconteceu quando Anitta dividiu o palco com Maria e Bocelli, um dia antes na apresentação da mesma música. "Minha consciência está limpa, eu nunca abandonei o palco ou não cumpri o meu dever. Essa canção é um dueto e, não, um trio. Quem disse a senhorita Fernandes que a música seria cantada por três pessoas mentiu", justificou pelas redes sociais. Na publicação, a artista ainda publicou uma imagem do roteiro do show para provar "sua inocência no caso", já que os fãs da sertaneja estavam usando a internet para acusá-la.
Instagram/Reprodução


Veja também o dueto com Anitta da mesma música
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.