SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Chico Salem e Rios Voadores lançam disco hoje em show no Teatro Dulcina

Cantor integra a banda de Arnaldo Antunes e faz festa para celebrar segundo álbum, enquanto a Rios Voadores comemora a chegada do primeiro CD, homônimo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/10/2016 08:00 / atualizado em 21/10/2016 12:04

Rebeca Oliveira /

Raphael Vidigal/Divulgacao

O Teatro Dulcina será palco de dois lançamentos sonoros que comprovam a efervescência da música brasileira: o disco Maior ou igual a dois, do músico paulista Chico Salem, e Rios Voadores, primeiro álbum homônimo da banda brasiliense.


Multi-instrumentista, Salem tem mais de duas décadas de carreira é conhecido pela parceria com Arnaldo Antunes. Ele toca guitarra na banda do ex-integrante do grupo Os Mutantes e, agora, se dedica ao segundo CD, que considera uma celebração dos bons encontros musicais.

 

Especialista em costurar boas parcerias, o cantor já se apresentou com figurações da cena tupiniquim, como Adriana Calcanhotto, Elza Soares e Erasmo Carlos, e agora, vem mais uma vez acompanhado de nomes de peso. Zeca Baleiro, Buhr e Marcelo Jeneci são alguns dos cantores e compositores que contribuíram com Maior ou igual a dois.

Os brasilienses do Rios Voadores tocam pela primeira vez o primeiro e aguardado disco na íntegra. O projeto, homônimo, foi gravado no Rio Grande do Sul e levou dois anos para ficar pronto. O resultado é o rock setentista repleto de camadas sonoras instigantes. Além da banda, o evento terá discotecagem do DJ Emídio e de Pedro Souto, baixista da banda Almirante Shiva.

 

Duas perguntas | Chico Salem

 

Quais foram as suas intenções, objetivos e missões musicais com Maior ou igual a dois?

Nesses quase 20 anos de carreira eu conheci muita gente. Em camarins, aeroportos, estúdios e principalmente na estrada, sempre tive o privilégio de encontrar muita gente. Esses encontro geraram parcerias e amizades muito interessantes e abundantes.O Maior ou igual a dois é uma fotografia desses encontros. A ideia veio do meu desejo de, num só álbum, registrar o que acontece quando dois ou mais corpos se encontram com corações abertos. A tal história de que um mais um é mais que dois.

 

Você vem a Brasília em evento junto a Rios Voadores. O que a banda local te mostra sobre a cena atual da música brasileira?

Adorei a formatação da noite com os meninos do Rios Voadores. Uma banda inteligente, com uma sonoridade ímpar, letras criativas e uma atitude autêntica. Estou muito feliz de estar com eles nesse dia tão especial da vida deles que é o lançamento oficial do CD. Vai ser um encontro maravilhoso.

 

SERVIÇO

Show de lançamento do disco Maior ou igual a dois, de Chico Salem, e do álbum Rios Voadores, da banda homônima. Amanhã, às 20h, no Teatro Dulcina (SDS Conic, Bloco C; 98121-7041). Ingressos a R$ 20 ou R$ 30 (com um CD incluso, limitado ao estoque de cinquenta unidades). Não recomendado para menores de 18 anos.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade