SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Cantor Phillipe Phill lança financiamento coletivo para produzir 12 clipes

Os vídeos seriam baseadas nas canções do disco 'Nó de marinheiro', que o músico lançará em breve

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/10/2016 07:20

Renata Rios

Wanessa Dourado/Divulgação
 

 

Na vida real, Phillipe Phill é um cantor brasiliense prestes a lançar um CD e com um projeto ousado de videoclipe. Mas no mundo que o artista cria em suas músicas, Phill se torna o Capitão Phake, um pirata sempre acompanhado do papagaio escudeiro, Djalmex. Com referências que vão de Katy Perry a Raul Seixas, passando por Pink Floyd e Michael Jackson, Phill iniciou um novo projeto neste mês. Até 20 de novembro, ele pretende conseguir arrecadar colaborações suficientes para gravar o primeiro de 12 clipes por intermédio de um financiamento coletivo.

Para quem ficou curioso com a história, a primeira coisa que Phillipe alerta é que o clipe inaugural do projeto será do segundo episódio, Nó de marinheiro. “Serão 12 capítulos; cada música conta um pouco da história do Capitão Phake e seus amigos. Começaremos pelo segundo capítulo, faremos todos na sequencia até voltar para o episódio 1, tipo Star Wars”, explica. Sobre o roteiro do clipe, ele revela alguns detalhes: “Temos alguns personagens se encontrando neste clipe. Primeiro o mendigo Zito e o cachorro Zoi cruzam com Phake (futuro Capitão Phake) e Djalmex.”

No inicio do clipe — que promete ter cerca de sete minutos de duração e muitas histórias, ao estilo Telephone, parceria de Lady Gaga e Beyoncé —, Phake trabalha em uma loja de açaí, onde também mora. Após uma confusão, ele é demitido e se vê sem teto. É aí que ele conhece o mendigo Zito e, todos juntos passam a morar no Beco 42.

“Aqui é tudo ou nada; se alcançar a meta, gravamos o clipe, caso o contrário, o dinheiro é devolvido”, explica Phill. Segundo ele, é importante ressaltar que o dinheiro obtido não é uma doação, mas um sistema de recompensas, que variam de acordo com o valor doado. Uma vez que o primeiro clipe seja lançado, o cantor pretende batalhar por um patrocínio para terminar de gravar os outros 11 clipes restantes.

Já o CD Nó de marinheiro está previsto para ser lançado no primeiro semestre de 2017. “O disco mistura de tudo, pop, rock, reggae, rock progressivo e até música instrumental. Serão 12 canções, que contam a história do Phake, além de uma faixa bônus”, adianta.

Mutante
O estranho papagaio é na verdade uma mistura de rato com pombo. Apesar de se chamar Djalma, o animal é muito sensível e prefere ser chamado de Djalmex.

Como ajudar
Se você se interessou pelo projeto e quer dar uma força, basta acessar o site benfeitoria.com/piratasdejardim

Para cego ver, para surdo ouvir
» Caso as colaborações com o financiamento extrapolem a primeira meta, destinada para produzir o vídeo clipe, existe uma segunda meta. A proposta é produzir um HQ das músicas, Capitão Phake & Os piratas de jardim, além de um aúdio book. O projeto visa criar um conteúdo acessível para deficientes auditivos e visuais e, se realizado, doará alguns desses produtos para instituições diversas.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade