SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Mostra traz a Brasília filmes do diretor inglês Peter Greenaway

Interatividade e simbologia fazem parte do repertório do cineasta

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/10/2016 07:30 / atualizado em 26/10/2016 11:00

 

 

Reprodução da Internet

 

Sob o estandarte da eterna provocação, o cineasta inglês Peter Greenaway desemboca, por meio de toda a produção audiovisual, numa mostra do Centro Cultural Banco do Brasil, a partir de hoje. “Ele trabalha muito a partir de elementos da própria natureza humana. Partindo de extremos, ele opõe erotismo e violência, ganância e gula. Ele confronta o espectador com o prazer e o asco, ao enfatizar a perversão mundana”, observa Pedro Nogueira, o curador da mostra homônima ao cineasta, e que reúne 17 longas-metragens e sete curtas, com exibições até de 21 de novembro.

Pintor, pesquisador de literatura e predisposto a certa obsessão com a organização e tiques enciclopédicos, Greenaway é conhecido por empregar um rebuscamento visual arrebatador nas obras que conduz, sem muito comedimento.

“É um diretor que exige algo da disposição do espectador, seja pela duração dos filmes, seja pela quantidade numerosa de camadas com as quais trabalha. A trilogia Tulse Luper (feita entre 2002 e 2004), com maletas ditando o fio narrativo, por exemplo, exige uma disposição para uma maratona”, demarca Pedro Nogueira. A partir do peso da proposição imagética, Greenaway avança na fluidez do conteúdo. “Ele busca a intensidade do poder de representação da imagem, acessando diversas linguagens”, observa o curador.

Mergulho

Interatividade e uma simbologia — digna de interpretações, por vezes, muito pessoais — estão entre as propostas do diretor, com projeção nas artes desde os anos de 1960. Greenaway convida para um jogo que extrapola o arcabouço referências. Ainda assim, o mergulho em obras (sempre adultas) pode ajudar a desvendar obras de outros artistas, como no caso de Goltzius and the pelican company (a ser exibido às 18h de amanhã). No filme de 2012, estrelado por F. Murray Abraham (o premiado ator de Amadeus), o diretor se debruça na criatividade do artista holandês Hendrik Goltzius, à frente da produção de gravuras eróticas, até o começo do século 17.

Outro que esteve na mira de Greenaway foi Federico Fellini, homenageado pelo colega em 8 ½ Mulheres (selecionado para abrir a mostra no DF), que mostra as obras do italiano como espécie de amortizador dos efeitos da viuvez do rico Philip Emmenthal, a partir de uma estratégia do filho dele, Storey.

Dono de uma filmografia de efeito, que alinha crimes, sexo, altas artes e gastronomia, violência, além de degradação, Greenaway tem seu renomado O cozinheiro, o ladrão, sua mulher e o amante (1989) programado para amanhã, às 20h30. O filme se detém no caso extraconjugal de uma mulher sistematicamente subjugada. Bastante recente, o longa Que viva Eisenstein! — 10 dias que abalaram o México (2015) também será mostrado no CCBB, em novembro. Exibido no Festival de Berlim, o filme conta da temporada mexicana, nos anos de 1930, para cineasta soviético Sergei Eisenstein.



Duas perguntas para Pedro Nogueira

Qual a importância de Sacha Vierny, na elaboração visual do universo Greenaway?
Enquanto diretor de fotografia de seus filmes, Sacha Vierny é responsável pelo forte apelo estético dos filmes. Vierny trabalhou com Greenaway em seus grandes sucessos. Nos filmes de Greenaway, o trabalho de luz e direção de arte garantem a grandiosidade de cada plano e são essenciais ao cinema particular, crivado de referências às artes plásticas.

Existe alguma produção em que não haja esmero visual?
O rebuscamento visual, tido por muitos críticos como influência barroca, num primeiro momento, está ligado à influência da pintura no trabalho dele. Nos primeiros filmes, Greenaway tem na montagem seu principal trunfo. Nos longas, aparece como principal característica o trabalho da fotografia e direção de arte aliadas a narrativas pouco convencionais. Depois, ele flertou com novas mídias e a inserção de dados gerados em computador.

 

Confira a programação completa no CCBB Brasília 

 

26 de outubro (quarta-feira)

20h30 - 8½ Mulheres / 8½ Women, 1999, 121min, 35mm. Não recomendado para menores de 18 anos.

 

27 de outubro (quinta-feira)

18h00 - Goltzius and the pelican company / Goltzius and the pelican company, 2012, 128min, digital. Não recomendado para menores de 18 anos.

20h30 - O cozinheiro, o ladrão, sua mulher e o amante / The cook the thief his wife & her lover, 1989, 124min, 35mm. Não recomendado para menores de 18 anos.

 

28 de outubro (sexta-feira)

18h15 - A barriga do arquiteto / The belly of an architect, 1987, 119min, digital. 18 anos

20h30 - A última tempestade / Prospero's books, 1991, 124min, 35mm. Não recomendado para menores de 18 anos.

 

29 de outubro (sábado)

18h15 - Afogando em números / Drowning by numbers, 1988, 118min, digital. Não recomendado para menores de 18 anos.

20h30 - O livro de cabeceira / The pillow book, 1996, 127min, 35mm. Não recomendado para menores de 18 anos.

 

30 de outubro (domingo)

20h30 - O bebê santo de Mâcon / The baby of mâcon, 1993, 122min, 35mm. Não recomendado para menores de 18 anos.

 

31 de outubro (segunda-feira)

20h30 - O cozinheiro, o ladrão, sua mulher e o amante / The cook the thief his wife & her lover, 1989, 124min, 35mm. Não recomendado para menores de 18 anos.

 

2 de novembro (quarta-feira)

18h10 - A última tempestade / Prospero's books, 1991, 124min, 35mm. Não recomendado para menores de 18 anos.

20h30 - O livro de cabeceira / The pillow book, 1996, 127min, 35mm. Não recomendado para menores de 18 anos.

 

3 de novembro (quinta-feira)

18h10 - 8½ Mulheres / 8½ Women, 1999, 121min, 35mm. 18 anos

20h30 – Debate "A escrita nos filmes de Peter Greenaway" com Wilton Garcia (FATEC – SP), Nilson Alvarenga (UFJF) e mediação do curador da mostra Pedro Nogueira. Livre

 

4 de novembro (sexta-feira)

18h10 - As maletas de Tulse Luper, parte 1: a história de Moab / The Tulse Luper suitcases part 1 - Moab story, 2003, 127min, digital. Não recomendado para menores de 18 anos.

20h30 - As maletas de Tulse Luper, parte 2: Vaux ao mar / The Tulse Luper suitcases part 2 - Vaux to the sea, 2003, 120min, digital. Não recomendado para menores de 18 anos.

 

5 de novembro (sábado)

18h10 - As maletas de Tulse Luper, parte 3: de Sark ao Final / The Tulse Luper suitcases part 2 - from Sark to finish, 2004, 124min, digital. Não recomendado para menores de 18 anos.

20h30 - O bebê santo de Mâcon / The baby of mâcon, 1993, 122min, 35mm. Não recomendado para menores de 18 anos.

 

6 de novembro (domingo)

19h20 - The falls / The falls, 1980, 195min, digital. Não recomendado para menores de 16 anos.

 

7 de novembro (segunda-feira)

20h30 - Que viva Eisenstein! - 10 dias que abalaram o México / Eisenstein in Guanajuato, 2015, 105min, digital. Não recomendado para menores de 18 anos.

 

9 de novembro (quarta-feira)

18h00 - Ronda noturna / Nightwatching, 2007, 135min, digital. Não recomendado para menores de 18 anos.

20h30 - A barriga do arquiteto / The belly of an architect, 1987, 119min, digital. Não recomendado para menores de 18 anos.

 

10 de novembro (quinta-feira)

18h00 - Goltzius and the pelican company / Goltzius and the pelican company, 2012, 128min, digital. Não recomendado para menores de 18 anos.

20h30 - Rembrandt's j'accuse / Rembrandt's j'accuse, 2008, 100min, 35mm. Não recomendado para menores de 16 anos.

 

11 de novembro (sexta-feira)

19h10 - Curtas 1, 65min. Não recomendado para menores de 16 anos.

Intervalo / Intervals, 1973, 6min, digital.

Janelas / Windows, 1974, 4min, 16mm.

Water wrackets / Water wrackets, 1975, 11min, 16mm.

Vertical features remake / Vertical features remake, 1978, 44min, 16mm.

20h30 - ZOO - um Z & dois zeros / A zed & two noughts, 1985, 117min, 35mm. Não recomendado para menores de 16 anos.

 

12 de novembro (sábado)

19h10 - Curtas 2, 67min. Não recomendado para menores de 16 anos.

H is for house / H is for house, 1976, 9min, digital.

Dear phone / Dear phone, 1976, 17min, 16mm.

Uma caminhada pelo 'H' / A walk through H, 1979, 41min, 16mm.

20h30 - O contrato do amor / The draughtsman's contract, 1982, 108min, 35mm. Não recomendado para menores de 18 anos.

 

13 de novembro (domingo)

20h20 - Ronda noturna / Nightwatching, 2007, 135min, digital. Não recomendado para menores de 18 anos.

 

15 de novembro (terça-feira)

20h30 - Afogando em números / Drowning by numbers, 1988, 118min, digital. Não recomendado para menores de 18 anos.

 

16 de novembro (quarta-feira)

18h30 - Que viva Eisenstein! - 10 dias que abalaram o México / Eisenstein in Guanajuato, 2015, 105min, digital. Não recomendado para menores de 18 anos.

20h30 - As maletas de Tulse Luper, parte 1: a história de Moab / The Tulse Luper suitcases part 1 - Moab story, 2003, 127min, digital. Não recomendado para menores de 18 anos.

 

17 de novembro (quinta-feira)

18h20 - ZOO - um Z & dois zeros / A zed & two noughts, 1985, 117min, digital. Não recomendado para menores de 16 anos.

20h30 - As maletas de Tulse Luper, parte 2: Vaux ao mar / The Tulse Luper suitcases part 2 - Vaux to the sea, 2003, 120min, digital. Não recomendado para menores de 18 anos.

 

18 de novembro (sexta-feira)

19h10 - Curtas 2, 67min. Não recomendado para menores de 16 anos.

H is for house / H is for house, 1976, 9min, digital.

Dear phone / Dear phone, 1976, 17min, 16mm.

Uma caminhada pelo 'H' / A walk through H, 1979, 41min, 16mm.

20h30 - As maletas de Tulse Luper, parte 3: de Sark ao Final / The Tulse Luper suitcases part 2 - From Sark to Finish, 2004, 124min, digital. Não recomendado para menores de 18 anos.

 

19 de novembro (sábado)

19h10 - Curtas 1, 65min. Não recomendado para menores de 16 anos.

Intervalo / Intervals, 1973, 6min, digital.

Janelas / Windows, 1974, 4min, 16mm.

Water wrackets / Water wrackets, 1975, 11min, 16mm.

Vertical features remake / Vertical features remake, 1978, 44min, 16mm.

20h30 - Rembrandt's j'accuse / Rembrandt's j'accuse, 2008, 100min, 35mm. Não recomendado para menores de 16 anos.

 

20 de novembro (domingo)

19h20 - The falls / The falls, 1980, 195min, digital. Não recomendado para menores de 16 anos.

 

21 de novembro (segunda-feira)

20h30 - O contrato do amor / The draughtsman's contract, 1982, 108min, digital. Não recomendado para menores de 18 anos. 


Mostra Peter Greenaway
No CCBB (SCES, Tr. 02, lt. 22, 3108-7600). Hoje, às 20h30, 8½ Mulheres (1999, 121min). Não recomendado para menores de 18 anos. De hoje a 21 de novembro, com sessões de quarta a segunda, a partir das 18h. Ingressos: R$ 10 e 5 (meia-entrada para estudantes, clientes do BB ou maiores de 60 anos).

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.