SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

'MasterChef Profissionais': bolo de limão cru azeda eliminação de chef

Prova principal do episódio envolveu um serviço de restaurante mesclando as cozinhas portuguesa e brasileira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/11/2016 09:46

Eduarda Fernandes

Band/Reprodução

"Um de vocês não vai participar da prova principal do dia", anunciou Ana Paula Padrão, no início do episódio desta terça-feira (8) do MasterChef Profissionais. Em apenas 20 minutos, os sete chefs restantes na competição precisaram criar uma escultura feita com fios finos de caramelo - e o pior avaliado ganhou um passaporte direto para a prova de eliminação, sem passar pela prova de serviço de restaurante. O episódio resultou na saída de Pryscilla.

A prova foi mais difícil do que o esperado - os problemas começaram logo no início, com o caramelo. A carioca Pryscilla não conseguiu fazer o doce e recebeu ajuda de Dayse, que deu o resto do seu para a colega. Já Ivo, um dos mais experientes da competição, não conseguiu endurecer o caramelo, que virou bombom. "Bem-vindo à prova de eliminação", brincou Jacquin. O também pernambucano João não deixou barato. "Com 25 anos de cozinha dá sim para fazer um caramelo", disse. O pior resultado da prova, no entanto, ficou com Pryscilla, por não ter feito o próprio caramelo.

Na prova principal da noite, os seis chefs que sobraram se dividiram em dois trios para, comandandos por Fogaça, apresentar um serviço de restaurante para 20 convidados com um prato principal e uma sobremesa, com o tema "A visão brasileira da cozinha portuguesa". Com João e Dário como capitões, os times tiveram a ajuda do chef português Vitor Sobral na escolha dos ingredientes.

A equipe verde, de João, Marcelo e Fádia, serviu cozido luso-brasileiro com carne de porco e purê de legumes como prato principal e mousse de queijo de ovelha com redução de vinho do porto e tangerina como sobremesa. Já a equipe vermelha, com Dário, Ivo e Dayse, escolheu peito de pato ao molho de goiaba com pupunha, linguiça e castanha como prato principal e, na sobremesa, mousse de abóbora e tapioca com molho de azeitona e vinho tinto. O cardápio que recebeu mais pedidos - ganhando, então, o primeiro voto da noite - foi o do time verde. O segundo voto, a avaliação do chef convidado, foi também para a equipe verde, assim como o voto dos jurados. A equipe vermelha se juntou a Pryscilla na prova de eliminação.

Para a última fase do programa, os chefs precisaram apresentar uma releitura de uma sobremesa clássica: a torta de limão. Dayse apresentou uma torta de limão desconstruída, elogiada pelos jurados. "Eu esperava algo mais bonito, mas os sabores estão ótimos. Você fez um bom trabalho", disse Fogaça. "Eu acho que você reinventou muito bem", concordou Jacquin. Já Ivo apresentou um cálice de limão com crumble de amêndoas, merengue e relish de limão - e não agradou. "Você tem muito mais conhecimento do que o que está aqui nessa taça. Acho que o nervosismo te atrapalha", reclamou Paola. "Esperava mais de você, Ivo", disse Fogaça. Dário, com uma espuma de limão com merengue italiano maçaricado, dividiu opiniões, com Fogaça e Jacquin reclamando da acidez do prato e Paola defendendo a originalidade da apresentação. A sempre nervosa e insegura Pryscilla apresentou um naked cake de limão e a escolha da louça - um prato fundo, de sopa - foi criticada, assim como a massa do bolo, que ficou crua. "Nem sei que p* é essa", irritou-se Fogaça.

Os dois melhores da prova foram Dayse e Dário. O pernambucano Ivo Lopes por pouco não foi embora para casa, mas a carioca Pryscilla foi a eliminada da noite. O vencedor do reality levará R$ 170 mil, além de um automóvel e o troféu de MasterChef Profissional. MasterChef Profissionais é exibido na Band todas as terças, às 22h30, e no Discovery Home & Health nas sextas-feiras, às 19h30.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade