SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Dwayne Johnson é eleito o homem mais sexy do mundo pela revista People

'The Rock', como é conhecido o astro, entrou para o seleto clube de beldades masculinas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/11/2016 11:28

AFP/Arquivos LILLY LAWRENCE

O ator americano Dwayne Johnson foi eleito o homem mais sexy do mundo pela revista People nesta terça-feira (15/11), entrando para o seleto clube de beldades masculinas, que inclui Brad Pitt, Sean Connery e o ex-craque da seleção inglesa de futebol David Beckham, o escolhido em 2015.

O programa Today, da emissora NBC, anunciou que o ex-campeão de WWE e astro de Hollywood de 44 anos recebeu o título durante seu programa matutino. "Não tenho muita certeza de para onde ir a partir daqui. Eu fiz de tudo, é isso", disse o astro musculoso de 1,96 m de altura, à revista People.

Apelidado de "The Rock" (A Rocha), devido à força que exibe nos ringues e à robustez de seu físico, Johnson é o último de uma longa lista de galãs contemplados com o título desde que o primeiro foi atribuído, em 1985, a Mel Gibson, então com 29 anos. Pesando 111 quilos, ele seria o ganhador mais pesado e o único não branco, além de Denzel Washington, contemplado em 1996, a faturá-lo.

"Lembrem-se, ser sexy não é algo que se tenta ser. Ser sexy acontece naturalmente quando você está confortável consigo mesmo", escreveu o ator, pai de dois filhos, em sua conta no Instagram, após o anúncio, nesta terça-feira.

Este foi um bom ano para o ator veterano de 36 filmes, que foi apontado como o astro mais bem pago do mundo em 2016 pela revista Forbes. Ele empresa sua voz para a animação da Disney "Moana", com lançamento previsto em 23 de novembro, e aparecerá em uma série de filmes em 2017, entre eles Velozes e furiosos 8, Baywatch e Jumanji, assim como na terceira temporada da série Ballers, da HBO.

Apesar da agenda apertada, Johnson disse à revista Vanity Fair no começo desta semana que não descartaria disputar a Casa Branca em 2020.

Por France Presse

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade