SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Em Taguatinga, exposição celebra a América Latina

Luísa Melo terá exposição na Galeria Olho de Águia, a partir de amanhã

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/11/2016 07:37

Divulgação
 
 
Registros de um ano e meio da artista Luísa Melo na América do Sul compõem a exposição Aquarelas Sudamericanas, em cartaz a partir de amanhã, às 18h, na Galeria Olho de Águia, em Taguatinga. Após a graduação, Luísa decidiu viajar para o Chile, Bolívia, Argentina, Peru, Equador e Colômbia para sentir o contexto urbano de outros lugares. “Passei um ano desenhando Brasília. Meu projeto final de graduação foi aquarelas de Brasília. Quando me formei decidi expandir as fronteiras”, relembra a artista.

Aquarelas Sudamericanas ficará aberta ao público até 10 de dezembro. A exposição reúne 24 telas em aquarela, cinco fotografias e cinco sketchbook, cadernos com registros escritos e desenhos, com as impressões da artista realizadas no momento da contemplação. “As obras são produções desse tempo de viagem. Eu pinto tudo ao vivo, no lugar mesmo, e faço observações e registros da cena urbana e da natureza. Tem prédios, praias, ruas, eu busco retratar o movimento e a energia dos lugares”, conta Luísa.

Para a artista, o objetivo da mostra é aproximar o contexto de outros países com o Brasil e mostrar para a população daqui as semelhanças e diferenças entre os lugares. “Eu quero compartilhar dos meus sentimentos, mostrar para as pessoas de Brasília tudo que eu vivi nesse tempo fora e passar para o público o gostinho de estar em outros países” , acredita Luísa.

A exposição faz parte do projeto independente Artistas do Bairro, criado pelo administrador da galeria Ivaldo Cavalcante. “A ideia é dar espaço para os artistas da região, incentivar a arte contemporânea, grafite, arte de rua e desburocratizar a exposição. Nós queremos dar visibilidade a Taguatinga e aos artistas do Entorno”, comenta Cavalcante. Desde 2013, a galeria recebe artistas, sobretudo novos e independentes, e contribui para a reconhecimento e incentivo de novos talentos. “Luísa é uma andarilha! O trabalho dela é muito bacana. Ela visita o local, pinta e fotografa. É trabalho de vanguarda, bem novo”, analisa Cavalcante.

O espaço fica aberto de terça a sábado, a partir das 15h e permanece até o horário que for necessário. “Dependendo do público a gente fica aberto até as 2h da madrugada. A receptividade é muito legal, a comunidade vem ver a exposição é bem bacana. Está dando tão certo que a gente já está fechando a agenda até 2017”, comemora Cavalcante. Para participar basta ir até a galeria, mostrar o trabalho e combinar uma data com os idealizadores do projeto Ivaldo Cavalcante ou Morisson Cavalcante. “Eu estou sempre atrás do meu balcão, é só falar que quer expor que nós marcamos uma data. A arte é aberta a todas as tendências. A única objeção é que tem que ocupar a galeria toda”, afirma Cavalcante.

Luiza aposta na surpresa. “Se forem pessoas interessadas pelo meu trabalho, principalmente pessoas que eu não conheço, eu vou ficar bem feliz”, admite a artista. O som da vernissage ficará a cargo do DJ Sandro Biondo, residente da festa Mimosa, e a entrada é franca.

Exposição Aquarelas Sudamericanas
De amanhã até 10 de dezembro, de terça a domingo, a partir das 15h, na Galeria Olho de Águia (Cnf 1 Ed. Praiamar Bl. D Lj. 12, Taguatinga Norte). Entrada franca. Classificação indicativa livre.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade