SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Em clipe de música do primeiro disco, banda Ameno fala de relacionamento

Produzido em Brasília, o clipe de "Lasciva" é prévia do álbum de estreia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 30/11/2016 07:30 / atualizado em 30/11/2016 09:26

Gabriel Oliveira/Divulgação
 

 

Criada em 2012 pelos amigos Pedro Lacerda e Lucas Barbosa, a banda Ameno lançou esta semana o clipe da música Lasciva, um fechamento de ciclo do EP Sub-Imago e parte da transição para o primeiro álbum da banda, com previsão de estreia no primeiro semestre do ano que vem.



A gravação do clipe durou apenas uma semana e teve a direção dividida entre o finlandês Peter Laine, um integrante da embaixada do país nórdico que passou três meses na cidade, e a diretora local Patrícia Nascimento. Lucas explicou como essa parceria começou “A gente o conheceu no Porão do Rock, conversou muito e daí surgiu essa ideia. Ele ficou aqui por três meses e fez o nosso clipe, disse que queria conhecer o pessoal daqui de Brasília”, explicou o guitarrista Lucas Barbosa.

A produção do clipe, assim como o EP e o próximo disco, foi financiada e produzida de forma independente. O vídeo aborda um término de relacionamento e é uma metáfora da fase atual da banda, segundo Lucas, pois representa um momento de ruptura e amadurecimento.

A banda
Com influências do rock progressivo, a banda tem como principal objetivo democratizar os ritmos mais “extremos” e mostrar que ainda existe música boa nacional. “É muito comum ouvir pessoas dizendo que não existem bandas legais e a gente queria chegar nesse público”, afirmou Lucas.

Perguntado sobre como atingir essas pessoas, o guitarrista explicou. “Acho que o caminho é fazer as músicas mais acessíveis, para que entre em contato com mais pessoas, mas que ainda tenham um arcabouço profundo de conceitos”

A gravação do primeiro álbum começa já no mês que vem. Os músicos farão seu primeiro registro em estúdios caseiros. Das 13 músicas previstas no repertório, 10 já estão prontas, mas o álbum ainda não tem título e, segundo Lucas, esse é o ponto alto da carreira da banda. “Nunca vi a gente trabalhar com tanta sinceridade como agora”, afirmou.

Com lançamento previsto para o primeiro semestre do ano que vem, o álbum pretende ser uma ruptura ao projeto anterior. Apesar da mudança, Lucas ressalta que o EP é importante por mostrar o caminho e as mudanças pelos quais a banda passou.

Lucas ainda afirma estar otimista com a cena independente da cidade. “Scalene abriu muitas portas para a gente, a vitória do Grammy fez muita banda de Brasília sonhar com coisas que seriam inatingíveis”.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade