Snoop Dogg gera polêmica com clipe em que atira em Trump; assista

Nas imagens, um palhaço identificado como Ronald Klump é alvejado com uma arma de brinquedo pelo rapper

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/03/2017 09:09

Youtube/Reprodução
 
Uma avalanche de críticas recaiu, na última terça-feira, 14, sobre o rapper americano Snoop Dogg por um videoclipe em que aparece atirando no presidente Donald Trump, representado como um palhaço. 

"Sinto como se houvesse muita gente fazendo discos 'cools', se divertindo, indo a festas, mas ninguém está lidando com o verdadeiro problema que é esse... um palhaço como presidente", declarou o músico à revista Billboard.

A maioria dos atores que aparece no videoclipe Lavender, lançado na segunda-feira, 13, está maquiado como um palhaço sinistro.

Um deles retrata, sem sombra de dúvidas, Donald Trump, com seu característico cabelo loiro, pele bronzeada e uma longa gravata vermelha, em frente a um escritório que se assemelha ao gabinete presidencial da Casa Branca, chamada de "Casa do Palhaço" ("The Clown House").

Identificado no clipe como Ronald Klump, o palhaço levanta as mãos como se fosse detido por Snoop Dogg, que dispara o tiro de uma arma por onde sai uma bandeirinha vermelha escrita "bang", recordando a estética dos quadrinhos.

O senador americano Marco Rubio, um dos poucos membros do Partido Republicano assumidamente fã do hip-hop, criticou o vídeo dizendo que "os presidentes foram assassinados neste país no passado". "Se isto for visto pela pessoa errada e [ela] ficar com essa ideia ruim, poderemos ter um problema real. Não sei o que Snoop estava pensando", disse o senador da Flórida ao site de celebridades TMZ.

Vários meios de comunicação conservadores criticaram o videoclipe. Adaptado de uma música instrumental do grupo canadense BadBadNotGood, Lavender evoca também os abusos policiais contra os negros.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Edeilson
Edeilson - 16de Março às 14:05
Nossa! O presidente Trump deve está tão preocupado por ser xingado um maconheiro inútil.