Projota lança 'Antes do meu fim', single do novo álbum

A música faz críticas sociais e fala da dualidade das pessoas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 12/04/2017 13:30 / atualizado em 12/04/2017 13:36

Reprodução/Internet
Hoje o rapper Projota tem dois motivos para comemorar: ele completa 31 anos e lançou a terceira música do álbum A milenar arte de meter o louco. Com Antes do meu fim, o cantor fala sobre amor, conflitos, ressalta questões sociais e faz uma crítica direta a alguns comportamentos em redes sociais. 
 

"Todos estão cheios de opinião sobre assuntos banais. Todo mundo quer provar que tem razão, eu prefiro ter paz. Eu sei que vocês querem revolução, mas só são Che Guevara nas redes sociais."

O rap começa com um pedido por um beijo, que pode ser o último, e parte para críticas ao sistema e como ele trata os marginalizados. Na letra, José Tiago Sabino Pereira, como foi batizado, também aponta que a difícil realidade de crianças e jovens pobres pode ter uma reviravolta. 

"Minha vida nem sempre foi tão boa assim, eu também nem sempre fui tão bom assim. Quando era menor e alguém desacreditava do meu suor,  eu dizia enfim, esses p**** ainda vão ouvir falar de mim, antes do meu fim."

A música ressalta, ainda, que as pessoas são uma formação daquilo que elas vivem. "Eu sou o resultado da soma das minhas conquistas com as decepções que carrego. Nem tudo que eu sou, equivale ao que eu prego (...) A verdade é que nós somos carne, osso e ego", canta. 

Outros singles de Projota

Projota anunciou o novo álbum em dezembro de 2016 com a canção Rebeldia. A levada pop, que aparece em outros trabalhos do cantor, marca a letra que narra a história de um filho teimoso que busca algo além da realidade comum. 
 
 
 
"E essa maldita rebeldia ainda vai me levar pra um lugar melhor. Que me perdoe meu pai, Que me perdoe minha mãe, meus irmãos, Mas eu sou maior. Maior do que esse mundo pensa", diz o refrão. 

O romantismo do rapper aparece no segundo single divulgado. "Oh, meu Deus! Eu disse que eu não tava bem, logo em seguida ela vem, me faz melhora", diz a primeira parte do refrão. 

Oh, meu Deus ainda faz comparações com artistas internacionais como Rihanna e Marilyn Monroe, além da ex-primeira dama dos Estados Unidos, Michelle Obama. 
 
 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.