Em tom de brincadeira, Silvio Santos diz que vai se candidatar a presidente

"Estou convencido de que o governo na minha mão seria um governo de total felicidade para as pessoas menos favorecidas", afirmou o apresentador

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/05/2017 16:10 / atualizado em 22/05/2017 18:07

SBT/Divulgação

 
Silvio Santos revelou, na noite deste domingo (21), planos de se candidatar à presidência da República. O apresentador afirmou, em tom de brincadeira, durante o programa que comanda no SBT, que proporcionaria um "governo de total felicidade para as pessoas menos favorecidas" e citou Luciano Huck. Em recente entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o global afirma ter interesse em ingressar na política, mas sem prazo determinado.

"Eu não estava mais pensando em política, mas depois que o Luciano Huck se candidatou eu fiquei muito chateado e eu acho que vou me candidatar. Pois eu estou com 86 anos, estou muito mais maduro, tenho agora decisões muito mais adultas e estou convencido que o governo na minha mão seria um governo de total felicidade para as pessoas menos favorecidas", afirmou Silvio. Ele comparou a quantidade de votos que os dois podem receber e reiterou que teria um mandato pautado na igualdade.

"Eu estou pensando seriamente, pois o Luciano Huck está fazendo cócegas na minha consciência. Se o povo poderá votar em Luciano, poderá votar em mim porque eu sou aquele presidente que dirá que os ricos sejam menos ricos e os pobres menos pobres", acrescentou. As "revelações" foram feitas durante o Jogo das Três Pistas, na qual o comunicador recebeu os humoristas Ênio Vivona e Mila Ribeiro, que imitam Lula e Dilma Rousseff, respectivamente. 
 
 

No quadro, ele alfinetou o ex-presidente, alvo de investigações da Polícia Federal: "Se ele não ver o sol quadrado... ele pode se candidatar também". Silvio ainda brincou com a comediante vestida como Dilma, perguntando: "É verdade que antes de ser presidente a senhora teve um caso com o Lula?". Silvio Santos chegou a se candidatar à Presidência da República em 1989, mas se tornou inelegível à época pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) por conta de irregularidades na sua candidatura pelo (PMB) Partido Municipalista Brasileiro.

A filha do empresário, Patrícia Abravanel, foi citada na delação de Ricardo Saud, diretor do grupo JBS. De acordo com ele, a apresentadora esteve em um jantar no qual foram negociadas propinas de apoio à candidatura de Robinson Faria (PSD) a governador do Rio Grande do Norte, em 2014. "Foi um jantar muito elegante até. Foi o Fábio Faria com a noiva dele, a Patrícia Abravanel, filha do Silvio Santos. Foi o Robinson Faria com a esposa dele, nós todos com as esposas, tal, para tratar de propina. Até bacana, né? Todo mundo com as esposas", descreveu Saud. Patrícia é casada com o deputado Fábio Faria, filho de Robson. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
pedro
pedro - 23 de Maio às 10:02
Foi salvo da falência com o dinheiro público usado p/ (PROER) salvar seu banco falido no governo de Dilma.
 
LUIZ
LUIZ - 22 de Maio às 21:05
Tem caroço neste angu.