Festival Latinidades promove campanha de financiamento coletivo

O objetivo é arrecadar R$ 50 mil para custear parte da programação artística

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/06/2017 07:30

Reprodução/Internet

 

No ano em que completa 10 anos, o Festival da Mulher Afro Latina Americana e Caribenha (Latinidades), que já recebeu nomes como Angela Davis e Patricia Hill Collins e é uma vitrine para artistas negros, precisa da ajuda do público. Com edição prevista para ocorrer de 27 a 30 de julho na cidade, o evento está promovendo uma campanha de financiamento coletivo no site Catarse. O objetivo é arrecadar R$ 50 mil para custear parte da programação artística, que envolve financiamento de cachês, passagens aéreas e hospedagem.



“Nossa ideia foi fazer um levantamento extra que nos ajude a financiar as atividades do projeto, que foi impactado pela crise financeira. Essa foi uma alternativa para seguirmos em frente. Recorremos a nossa tradição das mulheres negras de resistir mesmo na dificuldade”, analisa Bruna Pereira, integrante da organização do Latinidades. Um dos impactos da crise financeira no evento foi a redução da quantidade de dias: “Mantivemos o festival porque entendemos que precisamos construir utopias e sonhos coletivos.”

As contribuições são variadas e vão de R$ 10 a R$ 500, com direito a recompensa a partir de R$ 20. “É importante dizer que qualquer valor ajuda e que nossas lutas são coletivas. Esse projeto de financiamento coletivo também é isso. Então, convido o público para ajudar o festival”, convoca Bruna Pereira. O financiamento teve início em 7 de maio e segue até 2 de julho. Até o momento, foram arrecadados menos de R$ 6 mil.

Edição comemorativa
Em sua 10ª edição, o Latinidades terá o tema Horizontes de liberdade: Afrofuturismo nas asas da Sankofa. O conceito é baseado no movimento do afrofuturismo e também no símbolo do pássaro Sankofa, que significa voltar ao passado e ressignificar. “Vamos trazer o movimento artístico que começou nos Estados Unidos e mostra as pessoas negras pensando no futuro e na ficção científica, que é um espaço que os negros e as mulheres negras não estão associados. E também em voltar ao passado para pensar o presente e construir o futuro. A nossa ideia nesse momento difícil é questionar: que futuro queremos construir? Que mundo seria esse a partir desse horizonte de luta?”, questiona a organizadora.

A programação oficial do Latinidades aos poucos será revelada pela organização em comunicados nas redes sociais. A única atração já oficializada é a presença do duo norte-americano Oshun, formado por Niambi Sala e Thandiew. As artistas fazem parte do cenário independente misturando neo-soul, hip-hop e espiritualismo. A dupla representa o movimento afrofuturista na música, ao conectar ancestralidade e contemporaneidade.



Como ajudar?
Até 2 de julho pelo link https://www.catarse.me/festival_latinidades_10_anos_0a0f. Valores: R$ 10, R$ 20 (publicação Latinidades 2013 e calendários 2017), R$ 100 (copo Latinidades), R$ 150 (boné Noiz por Noiz), R$ 150 (boné pente black), R$ 200 (bolsa Latinidades), R$ 300 (cropet moletom preto e cropet moletom branco) e R$ 500 (blusão moletom preto e blusão moletom branco). Valores a partir de R$ 100 podem ser divididos em até 3 vezes.

 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.