Quadrilha Arroxa o Nó é a grande campeã do circuito de quadrilhas do DF

Após três etapas, grupo foi escolhido para representar Brasília no Concurso nacional de quadrilhas em Palmas-TO

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/07/2017 19:29 / atualizado em 11/07/2017 09:03

Marcos Vini Ribeiro

O 17° circuito de quadrilhas juninas da Linq-Dfe chegou ao fim neste final semana, com a quadrilha Arroxa o Nó consagrando-se a grande vencedora do módulo especial do concurso. Ela foi seguida pelas quadrilhas Si Bobiá a Gente Pimba e Formiga da Roça, segundo e terceiro lugar respectivamente.  

Com o tema O casamento de Mateus e Catirina, a história que a dança não dançou, o grupo encantou o público e os jurados ao longo das três etapas do circuito. A quadrilha do Paranoá trouxe uma reformulação da história de Mateus e Catirina, dois personagens que estão representados em diversos brinquedos culturais do folclore e danças típicas. Com a coreografia e concepção artística de Willy Costa, o grupo composto de 28 casais levou xaxado, arriuna, forró, irreverência e animação para o arraiá, junto com a banda Forró Arrochado. 

"A conquista do título veio por mérito de todos que colaboraram para que o nosso sonho pudesse sair do papel e se tornar realidade. As palavras que resumem essa sensação são acreditar e gratidão. Agora é focar no nacional, para que possamos realizar uma ótima apresentação" enaltece o dançarino Wellington Miranda.

O próximo desafio da quadrilha Arroxa o Nó será representar o DF no concurso nacional de quadrilhas, em Palmas-TO entre os dias 21 e 22 de julho. O concurso reúne as campeãs de vários estados do Brasil, que são filiadas a Confebraq.    

"Este ano foi um ano de surpresas para nós, tivemos um grande apoio do GDF, os grupos evoluíram muito chegando até a última etapa com quatro quadrilhas na briga pelo título. Conseguimos colocar arquibancadas nas três etapas e todas estiveram lotadas. Todos esses fatores nos animaram muito, e para ano que vem pensamos em profissionalizar o circuito e trazer mais estrutura para o público e para os grupos culturais", afirma Geolando Gomes, diretor de comunicação da Linq-Dfe

Classificação              

Arroxa o Nó  
Si Bobiá a Gente Pimba 
Formiga da Roça 
Ribuliço 
Busca Fé 
Sanfona Lascada 
Xamegar
Coisas da Roça 
Rasga o Fole 
10° Num Só Piscar 
11° Caipiras de Fé 
12° Arraiá dos Matutos 
13° Triscou Queimou 
14° Pula Fogueira 

No módulo de acesso a quadrilha campeã foi a Flor do Mamulengo, seguida do grupo Maltrapilhos. Ambos vão disputar o módulo especial no ano que vem.
 
* Estagiário sob supervisão de Vinicius Nader 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.