Alice Cooper encontra obra desaparecida de Andy Warhol

Perdido há 40 anos, o original estava enrolado em um tubo e pode valer milhões

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/07/2017 15:20 / atualizado em 24/07/2017 15:27

Patricia de Melo Moreira

O cantor Alice Cooper encontrou a obra Little electric chair, de Andy Warhol, enrolada em um tubo, no qual permaneceu esquecida por mais de quatro décadas. 

 

Shep Gordon, agente de Cooper, relatou ao jornal britânico The Guardian que o exemplar vermelho da obra pode ter sido adquirido na década de 1970, pouco depois de o cantor ter se mudado para Nova Iorque com a namorada Cindy Lang. 

 

"Se eu bem me lembro, a Cindy me pediu 2.500 dólares para comprar o quadro. Na altura, o Alice fazia dois álbuns por ano e andava em digressão o resto do tempo. Era uma época de rock'n'roll, nenhum de nós pensava em nada", lembrou Gordon ao jornal. 

 

O exemplar verde da mesma obra foi leiloado, em 2015, por US$ 11,6 milhões. Os envolvidos acreditam que o exemplar vermelho achado por Cooper possa valer perto disso. 

 

The Guardian/Divulgação
 

 

A procura da relíquia deu-se a partir de Shep Gordon ter mencionado a um negociadora de arte, Ruth Bloom, que Alice Cooper possuía um exemplar de Little electric chair. A mãe do cantor lembrou-se de onde o exemplar fora guardado, e conseguiram encontrá-lo.

 

Até então, Cooper não demonstra interesse em vender o achado. Gordon diz que, em um primeiro momento, o cantor teria se recusado a expor o quadro por causa do valor, mas que está repensando sobre o assunto. 

 

O quadro Little electric chair, de Wahrol, pertence à série Morte e desastre, na qual eram representadas imagens de desastres e acidentes de automóvel, de forma a ilustrar a indiferença  pelo tema.

 

A imagem reproduzida no original encontrado é baseada em uma fotografia de um jornal de 1953, que mostrava a cadeira elétrica da prisão de Sing Sing, em Nova Iorque, onde o casal Ethel e Julius Rosenberg foi executado por espionagem. 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.