Publicidade

Estado de Minas

Grupo brasiliense Arroxa o Nó é campeão do concurso nacional de quadrilhas

Competição foi realizada em Palmas-TO entre os dias 22 e 23 de julho e contou com a participação de 17 grupos de diferentes estados


postado em 24/07/2017 18:20 / atualizado em 24/07/2017 18:44

Quadrilha Arroxa o nó é a segunda quadrilha de Brasília a conquistar o título nacional (foto: João Vinícius )
Quadrilha Arroxa o nó é a segunda quadrilha de Brasília a conquistar o título nacional (foto: João Vinícius )
 
A quadrilha junina Arroxa o Nó sagrou-se campeã do XIII Concurso nacional de quadrilhas juninas na madruga desta segunda-feira (24/7), em Palmas (TO). 

Os brasilienses apresentaram o tema O casamento de Mateus e Catirina, a história que a dança não dançou. A campeã, durante os 30 minutos de apresentação, surpreendeu a todos, com sua temática, passos bem coreográfados e animação, além dos ritmos como arriuna, xaxado e forró. 
 
O grupo trouxe uma reformulação da história de Mateus e Catirina, dois personagens que estão representados em diversos brinquedos culturais do folclore e danças típicas. 
 
"Estamos muito felizes com essa conquista, é algo inenarrável. Esse título é para Brasília, para a cidade do Paranoá, não só para a Arroxa o Nó mas para todas as quadrilhas de Brasília", comemora o dançarino Wellington Miranda.

O resultado no concurso foi positivo para as quadrilhas do centro-oeste. Além do troféu para a Arroxa o nó, o segundo lugar ficou com a quadrilha Arriba Saia do estado de Goiás.

Ranking do concurso

1° Arroxa o Nó - DF
2° Arriba Saia - GO
3° Capelinha do Forró - BA
4° Lume da Fogueira - RN
5° Zé Testinha - CE
6° Explosão Amor Caipira - TO
7° Amanhecer no Sertão - AL
8° Explode Coração - PA 
9° Luar do São João - PI
10° Coração Caipira - RR
11° Caipiras do Borocoxó - TO
12° Junina Tradição - PE
13° São Gererê - MG
14° Explode Coração - MA
15° Balanço do Nordeste - SE
16° Abalante do Sertão - MT
17° Malucos da Roça - AC
 
* Estagiário sob supervisão de Vinicius Nader  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade