Sequência de 'Mulher Maravilha' ganha data de estreia

Filme com a atriz israelense Gal Gadot chega aos cinemas em dezembro de 2019

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/07/2017 09:51

Warner/DC/Reprodução

Após confirmar que Mulher Maravilha (2017) ganharia uma sequência, a DC anunciou nesta terça-feira, 25, a data de lançamento do filme. Mulher Maravilha 2 chega aos cinemas no dia 13 de dezembro de 2019. 

O anúncio surpreendeu os fãs da franquia solo de Diana (Gal Gadot), já que a data esperada por eles era somente em 2020. 

O primeiro filme da super-heroína, lançado no início de junho no mundo todo, é o maior sucesso de bilheteria do Universo Estendido da DC nos Estados Unidos, tendo arrecadado mais de US$ 387 milhões nas bilheterias, superando as expectativas baixas por conta da baixa procura por Batman Vs. Superman - A origem da justiça (2016) e Esquadrão suicida (2016).

No Brasil, Mulher Maravilha arrecadou R$ 100 milhões e assim se tornou o longa de super-heróis solo de maior bilheteria no país, ultrapassando Logan (2017) e Homem de Ferro 3 (2013), da Marvel, que arrecadaram R$ 91 e R$ 96 milhões, respectivamente.

Na última semana, o portal norte-americano The Wrap revelou alguns detalhes sobre a trama de Mulher Maravilha 2. Segundo a publicação, a história se passará na década de 1980, e Diana terá que enfrentar a Unidão Soviética. 

O primeiro filme se passa durante o contexto da Primeira Guerra Mundial. Em entrevista para a revista Entertainment Weekly, a diretora Patty Jenkins afirma ter considerado uma boa ideia colocar a super-heroína em um contexto real da história. ''Só ao imaginar uma deusa com compaixão e amor aparecendo naquele momento do mundo, sabíamos que poderíamos apresentar algo interessante'', conta.
 
A única incerteza agora é em relação à Patty. Apesar do sucesso do primeiro filme, a DC ainda não confirmou que a diretora estará à frente do próximo filme, ainda que ela esteja envolvida na produção do roteiro ao lado de Geoff Johns. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.