Êxodos, de Sebastião Salgado, será exibida na capital

A exposição retrata pessoas que tiveram que abandonar o próprio lar

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/07/2017 15:40 / atualizado em 28/07/2017 15:44

Divulgação
 
De 30 de agosto a 29 de outubro, a Caixa Cultural receberá a exposição Êxodos, do renomado fotógrafo mineiro Sebastião Salgado. As fotografias são resultado de uma viagem por 40 países, que ocorreu durante um período de seis anos. O objetivo foi mostrar a humanidade em trânsito, de modo a ocasionar reflexões acerca de questões sociais, políticas e econômicas relacionadas a pessoas que tiveram de deixar a própria terra natal.
  
A exposição conta com 60 pôsteres doados por Salgado e Lélia Wanick ao Instituto Terra, ONG ambiental fundada por eles em 1998. As fotografias são divididas pelas seções Luta pela Terra, Refugiados e migrados, África, Retratos de crianças e Megacidades.
 
“Mais do que nunca, sinto que a raça humana é somente uma. Há diferenças de cores, línguas, culturas e oportunidades, mas os sentimentos e reações das pessoas são semelhantes”, declara o fotógrafo. Obrigados a abandonar o lar, as pessoas retratadas nas obras acabam por se tornar exiladas, migrantes e refugiadas.

Com 73 anos, Sebastião Salgado é formado em economia e passou a atuar como fotógrafo em 1973. Na carreira, já trabalhou nas agências Magnum, Sygma e Gamma. Ele já passou por mais de 100 países com projetos fotográficos. Atualmente é membro da Académie des Beaux-Arts de l’Institut de France, na cadeira que anteriormente era ocupada por Lucien Clergue.

Serviço
Êxodos
Caixa Cultural (SBS Q.4, lt 3/4)
De 30 de agosto a 29 de outubro. Visitação de terça a domingo, das 9h às 21h. Mostra fotográfica de Sebastião Salgado. Entrada franca. Classificação indicativa livre.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.