Raul de Souza, Dillo Daraújo e Nuno Mindelis se apresentam na capital

As apresentações acontecem no Na Praia Cultural e no Clube do Choro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/08/2017 07:30 / atualizado em 17/08/2017 09:51

Renata Duarte/Divulgação

Três instrumentistas com carreira internacional são destaques na programação de shows desta quinta-feira na cidade. O consagrado trombonista Raul de Souza faz show no Espaço Cultural do Choro; enquanto no Dillo Daraújo, com incursão pela Europa e Estados Unidos, é anfitrião de Nuno Mindelis, considerado um dos expoentes do blues em todo o mundo, no Na Praia Cultural.


Com presença constante nos palcos brasilienses ultimamente, o veterano Raul de Souza, aos 81 anos, é uma lenda viva da cena instrumental do país. Mas seu talento que já foi compartilhado com outros músicos extraordinários, como os norte-americanos Ron Carter e Wayne Shorter, e os brasileiros Tom Jobim, Hermeto Pascoal, João Donato e Sérgio Mendes, é reconhecido também no exterior.

No concerto que faz nesta quinta-feira (17/8) e sexta-feira (18), às 21h, no Espaço Cultural do Choro, o trombonista carioca tem a companhia do trio Mesa pra Três, formado pelo jovens músicos brasilienses Flávio Silva (piano), Daniel Castro (contrabaixo) e Pedro Almeida (bateria). O grupo o recepcionou na quinta-feira da semana passada, no Na Praia Cultural.

O repertório do Brazilain Samba Jazz (álbum de composições autorais) e do O Universo Musical de Raul de Souza, DVD retrospectivo, que são seus lançamentos mais recentes, servem de base para o show que ele faz pelo projeto Clube do Choro – 40 anos. Ao vivo, Raul volta a mostrar a ginga, o suingue e improviso, características de sua música calorosa e festiva.

Puro blues

Um encontro de dois extraordinários guitarristas que cultivam a essência do blues em seus trabalhos, pode ser apreciado nesta quinta, às 20h, no projeto Na Praia Cultural. O brasiliense Dillo Daraújo recebe ninguém menos que o luso-brasileiro Nuno Mindelis, ícone desse gênero musical, aplaudido em festivais de todo o mundo.

“Estaremos juntos no palco durante toda a apresentação, tocando clássicos do blues, criados por mestres como B.B.King e Robert Johnson, mas há momentos solo. É um privilégio para mim dividir a cena no Na praia Cultural, com um artista desta importância. Já estivemos juntos em alguns festivais aqui no Brasil”, destaca Dillo. Há ainda a participação do gaitista Pablo Fagundes e do saxofonista Esdras Nogueira (ex-Móveis Coloniais de Acaju).

Músicos e cantores do Coletivo do Quadrado são os convidados de quinta, às 17h30, do projeto Q Cultural, no Setor Comercial Sul. O duo Tatá e Danú mostram seo psicojazz rural.; enquanto Wilson Bebel e seu grupo passeiam por clássicos do choro e do samba. Enquanto a percussionista Bãnan Matos exibe sua técnica com repertório autoral que tem como referência a conexão África-Brasil.

Parceiro de João Nogueira no consagrado samba Nó ma madeira, o compositor Eugênio Monteiro exibe sua faceta de artista plástico na exposição Mundo ingênuo, na galeria Mundo Vivo (413 Norte). Cantores e cantoras da cidade, que já gravaram músicas dele, entre os quais Salomão de Pádua, Nilson Lima, Célia Rabelo, Cely Curado, Sandra Duailibe e o grupo Toque de Salto, darão uma espécie de pocket show, acompanhados por Daniel Jr. (baixo), Zaré (guitarra) e Nelsinho (bateria).

Raul de Souza


Show do trombonista, acompanhado pelo trio Mesa pra Três, quinta-feira (17/8), às 21h, no Espaço Cultural do Choro, pelo projeto Clube do Choro – 40 Anos, no Espaço Cultural do Choro (Eixo Monumental). Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia para estudantes). Não recomendado para menores de 14 anos.

Dillo Araújo e Nuno Mindelis


Show quinta, às 20h, pelo projeto Na Praia Cultural (Ourla Noete do Lago Paranoá). Ingressos R$ 20 e R$ 10 (meia). Classificação indicativa livre.

Coletivo Quadrado


Show de cantores e músicos do Coletivo do Quadrado, quinta, às 17h30, no estacionamento da Quadra 6 do Setor Comercial Sul, em frente ao Pátio Brasil. A entada é franca. Classificação indicativa livre.

Eugênio Monteiro

Pocket show com a participação de cantores e músicos da cidade, na inauguração da exposição Mundo ingênuo quinta, às 19h, na galeria Mundo Vivi (413 Sul).
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.