Caetano Veloso analisa nova canção de Chico Buarque, Tua Cantiga

"Talvez eu a tivesse achado bonita, delicada e antiga, e a deixasse de lado", comentou o artista sobre adiar a audição

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/08/2017 15:51

Facebook/Reprodução

  
Após seis anos do lançamento do último disco, Chico Buarque divulgou, em 28 de julho, a música Tua cantiga, primeira de seu ainda inédito 23º disco de estúdio, Caravanas. Passadas duas semanas, no fim da manhã desta quinta-feira (17), Caetano Veloso decidiu falar sobre a canção (que gerou polêmica nas redes sociais) e publicou em sua página no Facebook um texto elogioso sobre o amigo.
 
"Foi frutífero que eu tivesse tido de retardar a audição da nova canção de Chico. Talvez eu a tivesse achado bonita, delicada e antiga, e a deixasse de lado. Perguntaram-me algumas vezes nesses dias: já ouviu? 'Ainda não' era a resposta com que continha minha calma curiosidade", escreveu o cantor e compositor baiano. 
 
 
  
"Ao ouvi-la fiquei tomado. Cezar (Mendes) tinha elogiado o tratamento harmônico, o piano e o baixo, repetindo o nome de Cristóvão (Bastos, pianista que assina a melodia da música). Sou tão fascinado pelo lado músico de Chico que pensei que aquelas inversões, que fazem um tema em tom menor padrão virar invensão extraordinária, fossem do próprio Chico", continua no texto.
 
"Mas, sobre essas harmonias, eram as rimas que me sideravam. O cantor refere-se a elas, como se cresse que só ele sabe quantas há na canção. Mas as rimas que mexem fundo com a gente são as inaparentes, as que se dão nas consoantes das palavras finais dos penúltimos versos das estrofes: suspiro/ligeiro; nome/perfume; filhos/joelhos; nega/cantiga. 'Minha nega' e 'cantiga' são chaves de ouro", escreve.

E finaliza: "O ritmo lento afoxé sob essas formas verbais aprofunda a sensação de velha brasilidade que só se supunha morta porque fazia tempo que Chico não vinha com uma música". Caravanas será lançado em 25 de agosto na plataforma digital Spotify, além do formato físico. O álbum contará com sete músicas inéditas e duas regravações de composições escritas por Chico. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.