Ator deixa elenco de Hellboy após polêmica étnica

Ed Skrein publicou comunicado nas redes sociais para anunciar desligamento do filme e foi elogiado por autor dos quadrinhos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 29/08/2017 09:41

California Filmes/Reprodução

O ator Ed Skrein anunciou que deixou o elenco do filme Hellboy depois que polêmicas envolvendo sua contratação foram levantadas por fãs e pela imprensa norte-americana. Ele interpretaria o major Ben Damio, que nos quadrinhos é de origem asiática, e disse ter feito o que achou que era o certo ao deixal o trabalho para que o papel fosse "escalado de forma apropriada" por conta da importância da representatividade na indústria cultural.

"Ficou claro que representar este personagem de uma forma precisa culturalmente é importante para as pessoas e que negligenciar esta responsabilidade continuaria uma tendência preocupante de obscurecer histórias e vozes de minorias étnicas nas artes. Eu sinto que é importante honrar e respeitar isso. Dessa forma, decidi abrir mão do personagem para que ele seja escalado de forma apropriada", escreveu ele em comunicado publicado no Twitter. 

"Representação de diversidade étnica é importante, especialmente para mim, que tenho família de origem mista. É nossa responsabilidade tomar decisões morais em tempos difíceis e dar voz a inclusividade. Espero que um dia essas discussões se tornem menos necessárias e que nós consigamos ajudar a transformar em realidade a representação igual nas artes. Estou triste de deixar Hellboy, mas se esta decisão nos deixar mais próximos desse dia, valerá a pena. Espero fazer a diferença", concluiu ele. 

Mike Mignola, criador dos quadrinhos de Hellboy, elogiou a atitude de Skrein. "Obrigado, Ed. Feito muito bem", escreveu ele no Twitter. A Lionsgate, responsável pelo filme, se pronunciou em comunicado enviado ao site da revista norte-americana Variety apoiando o desligamento do ator. "Ed veio até nós e sentiu muito isso sobre isso. Nós apoiamos sua decisão altruísta. Não foi nossa intenção ser insensível às questões de autenticidade e etnia, e procuraremos reformular o papel com um ator mais consistente com o personagem na história original", disse o texto. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.