Obra 'O livro das listas' tem como base anotações de Renato Russo

O cantor da banda Legião Urbana Renato Russo escreveu vários diários que foram transformados em 'O livro das listas'

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/09/2017 15:02 / atualizado em 04/09/2017 15:07

Companhia das Letras/ Divulgação
 
A partir de uma compilação do que foi descoberto nos diários de Renato Russo, foi lançado nas livrarias do país, nesta segunda-feira (4/9), O livro das listas – Referências musicais, culturais e sentimentais. Segundo os organizadores do livro Sofia Mariutti e Tarso de Melo, Renato Russo era apaixonado por fazer listas, era uma forma de o cantor organizar suas ideias. 

A obra é composta das listas do artista e comentários dos organizadores. É possível entender um pouco mais do que se passava na cabeça de Renato Russo, principalmente descobrir quais eram as suas referências. Podem-se encontrar enumerações como: "10 canções favoritas que você consegue lembrar", "Filmes americanos favoritos", "10 pessoas famosas que você convidaria para jantar" e "Novas ideias para canções". 
 
Companhia das Letras/ Divulgação

Na mesma semana em que O livro das listas é lançado, o cantor Renato Russo ganha uma exposição no Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS). Na exposição, que abre na quarta-feira (6/9), serão exibidos cerca de mil itens que o cantor guardava em seu apartamento no Rio de Janeiro.  

O cantor Renato Russo, da banda Legião Urbana, morreu aos 36 anos em decorrência de Aids. Além de O livro das listas, o artista teve dois outros títulos lançados após sua morte: em 2015 saiu Só por hoje e para sempre e, em 2016, The 42nd St. Band – Romance de uma banda imaginária.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.