'Fim do jogo: Partes 1 e 2' é o episódio mais visto de 'Star Trek'

Pesquisa entre os assinantes da Netflix revela os 10 episódios mais assistidos da série 'Star Trek'

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/09/2017 13:09 / atualizado em 08/09/2017 13:10

Internet/Reprodução

Uma série famosa atrai grande atudiência, mas só os fãs se dedicam a rever toda a história, sem se importar com a quantidade de temporadas. Sempre existe um episódio preferido. A Netflix resolveu descobrir quais os queridinhos da série Star Trek

A pesquisa foi feita entre os assinantes do serviço de streaming e mostrou que 12 mil pessoas já viram a série, acumulando 536 horas investidas em Star Trek. No ranking, a Netflix revela que Fim do jogo: Partes 1 e 2 é o episódio mais revisto entre os 695 capítulos. 
 
Além dele, a lista traz outros nove episódios queridinhos entre A nova geração, Série clássica, Voyager e Deep space nine.
 

Confira a lista completa dos 10 episódios que mexem o suficiente com os fãs para serem revistos várias (e várias, e outras várias) vezes. 


1. Fim do jogo: Partes 1 e 2, de Voyager
2. O melhor de dois mundos: Parte 1, de A nova geração
3. O melhor de dois mundos: Parte 2, de A nova geração
4. Escorpião: Parte 1, de Voyager 
5. Escorpião: Parte 2, de Voyager 
6. A dádiva, de Voyager
7. Fronteira sombria: Partes 1 e 2, de Voyager
8. Q Quem?, de A nova geração
9. Mais uma vez, de Voyager
10. Pistas, de A nova geração 

 
A Netflix também bateu um papo com alguns fãs de Star Trek para conhecer as preferências deles. Entre as revelações, eles falam sobre os capitões preferidos e também analisam os episódios da lista. "Estou surpresa que não tem nada da série original aqui", disse uma das trekkies. 

O ranking é uma ótima oportunidade para os fãs relembrarem um pouco da história de Star Trek e se prepararem para a estreia de Discovery. A novidade entra no ar em 25 de setembro na Netflix com uma nova tripulação e uma nova aventura. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.