Jornal Correio Braziliense

Quase em casa, Harmonia do Samba grava DVD repleto de inéditas em Brasília

Grupo baiano recebeu boa acolhida do público brasiliense durante a gravação do novo álbum, na última quinta-feira

Fernando Jordão
- Foto: Reprodução/Instagram
 
Foi nos braços e nas vozes do povo brasiliense que o Harmonia do Samba subiu ao palco montado no Clube de Engenharia nessa quinta-feira (5/10) para gravar o quinto DVD da carreira. A própria torcida — como o grupo baiano chama seus fãs — abriu o show, entoando o refrão "foi só te ver pra me apaixonar/ fui no Harmonia e você tava lá", da faixa Foi só te ver.
 
Leia mais notícias em Diversão e Arte 

A abertura apoteótica foi só um dos grandes momentos que a noite ainda reservava. Dali em diante, o comandante Xanddy deu o tom da festa enfileirando as recentes, porém já consagradas Molejinho, Desce com a gente, Pra representar e No talento para delírio do público que o acompanhava em coro.

Logo depois, também para alegria da multidão, foi hora da primeira participação especial: Léo Santana. Falando a mesma língua — a do pagode —, os dois baianos dividiram os vocais na faixa Hipnotizou, composição do próprio Léo, que promete ser sucesso no próximo carnaval. Antes de subir ao palco, o convidado contou ao Correio que se sentiu honrado com o convite, elogiou a ousadia de Xanddy de gravar um DVD fora de Salvador e destacou que a faixa inédita já havia caído nas graças do público brasiliense. 
 
- Foto: Reprodução/Instagram 

"Há uns 15 dias eu fiz show aqui em Brasília, gravei um vídeo ensinando a música pra galera e eles aprenderam de imediato. Mandei pro Xanddy e ele disse: 'caramba! Como é que pode? O povo nem conhece...'. Eu respondi: 'mas eu ensinei rapidinho e o povo já abraçou'", lembrou Léo.
 
- Foto: Reprodução/Instagram 

Ainda no mesmo bloco, houve espaço para Daquele jeito — de longe um dos maiores sucessos recentes da banda —, Se você quiser, Ai ai ai (Samba de roda), Harmonia perfeita, uma faixa inédita e a participação de Anitta em Tic nervoso, mais uma canção nova, porém rapidamente assimilada pelo público.
 
- Foto: Reprodução/Instagram 

O último bloco foi quase todo de participações: Luan Santana, em A moça do espelho, Thiaguinho, em Opções e Amor de gueto, e Marcos e Belutti, em Tô com saudade. A mais emocionante, contudo, foi a da filha de Xanddy, Camilly Victória, que cantou com o pai pela primeira vez. Juntos, eles entoaram a faixa gospel Ninguém explica Deus, ainda com a participação de Clóvis Pinho. A gravação terminou com uma sequência de Estilo transado (Chão) e mais uma inédita.

O fato de o DVD ter tantas canções inéditas, aliás, foi uma decisão da própria banda, em uma tentativa de se renovar. "É a primeira vez que a gente grava 10 músicas inéditas. E as outras que não são inéditas, são de discos recentes. Entendemos que essa renovação é necessária. O bom é que as músicas são todas muito boas", explicou Xanddy.
 

 

O cantor, que disse ter se envolvido em todos os detalhes da produção do show, também se mostrou satisfeito com a escolha de Brasília para cenário do quinto DVD. Segundo ele, a pesquisa para encontrar a cidade ideal durou mais de um mês. "Estou mais certo do que nunca de que foi a melhor escolha possível", arrematou.

A previsão é que o DVD, batizado de Harmonia Ao Vivo em Brasília, seja lançado já no próximo mês, inicialmente nas plataformas digitais. 

Família

Além de Camilly Victória no palco, o show contou com a presença de toda a família de Xanddy na plateia. A mãe do cantor, Judite Meneses, inclusive, estava vindo a Brasília pela primeira vez e definiu a emoção de ver a consagração do filho como muito grande. "Agradeço muito a Deus, não só por ele, mas por todo o Harmonia que na verdade é uma família. Me sinto muito feliz", disse.
 
- Foto: Reprodução/Instagram 

Carla Perez, esposa de Xanddy, contou que chegou a ter pesadelos durante a semana, tamanha era a preocupação para que tudo desse certo. "Eu acordava às vezes de madrugada para orar, porque um dos pesadelos era que estaria chovendo hoje . E olha aí como Deus é maravilhoso com eles, né?", afirmou, olhando para o céu.

A ex-dançarina, que conhece bem o nervosismo de estar em cima do palco, ainda brincou com o fato de, dessa vez, acompanhar tudo da parte de baixo. "São emoções diferentes. No palco, você tem toda uma responsabilidade que faz com que você fique mais ansiosa, temerosa, tudo 'osa' (risos). Quando você tá assistindo, também fica ansiosa, mas dá para ficar mais relaxada. Então, de certa forma, é mais gostoso assistir", concluiu.