Cantor Fred Martins se apresenta nesta segunda no Clube do Choro

Ney Matogrosso, Zélia Duncan, Adriana Calcanhoto, Maria Rira e MPB4 são alguns dos nomes de destaque da MPB que já gravaram músicas do compositor

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/10/2017 07:00

Marcela Boto/Divulgação

Ney Matogrosso, Zélia Duncan, Adriana Calcanhoto, Maria Rira e MPB4 são alguns dos nomes de destaque da MPB que já gravaram músicas de Fred Martins. O cantor e compositor fluminense, radicado na Europa há seis anos, retornou recentemente ao Brasil para lançar o DVD A música é o meu país, gravado no Teatro da Universidade Federal Fluminense, em Niterói.

De volta a Brasília, onde tem familiares, ele faz um show neste segunda (23), às 21h, no Espaço Cultural do Choro, que tem por base esse trabalho. “Aqui na capital vai ser um quase recital de voz e violão, com a participação do cantor Leonel Laterza, do músico e compositor Assis Medeiros e do pianista português João Lucas.        

"No repertório, predominam canções do A música é meu país, esse meu novo projeto, em parceria com o Canal Brasil. Mas vou tocar também composições registradas em CDs e no DVD anteriores”, anuncia Fred.

O artista niteroiense passou a ser mais notado em 2001, quando lançou Janelas, o disco de estreia. 

Depois, vieram Raro e comum (2005), Tempo afora (2008) e Acrobata (2011), em parceria com o espanhol Ugia Pedreira. “Desde 2011, vivo na Europa, entre Portugal e Espanha, e foi lá que lancei o CD Para além do muro do meu quintal”, conta.

Festivais

Na Europa, Fred tem feito muitos shows e participado de festivais. Ele destaca, entre outros, Músicas Portuárias e Cantos de maré (Espanha), Músicas do mundo e Dias de música (Portugal), e ainda o Jawhara Festival, em Marrocos, na África. “Outro importante evento do gênero do qual tomei parte foi o Lula World Festival, no Canadá”, diz.

Fred cita outro projeto que considera importante, que contou com sua participação: o espetáculo Utopia, inspirado na obra de Oscar Nemeyer, apresentado pela Companhia Flamenco de Maria Pagés. “Vou ficar mais em tempo no Brasil, pois estou em fase de produção de um novo CD, que vai se chamar Babreza geral e, e que, de alguma forma, reflete o complicado momento que vive a democracia no Brasil e na Europa. As gravações serão em novembro no Rio de Janeiro.”

Cantando o Brasil
 
O DVD A música é meu país foi gravado entre 2015 e 2016 no teatro da Universidade Federal Fluminense, mas há registros feitos também em Santiago de Compostela (Espanha) e Lisboa. Fred Martins teve em sua companhia músicos com quem trabalhou no Brasil, como Marcelo Martins (sax e flauta), Jessé Dadoc (trompete), Vitor Bertrame (bateria), Alex Rocha (contrabaixo) e Alex Rocha (contrabaixo).
 
“Tive a felicidade de contar nesse DVD com a participação de grandes artistas que haviam gravado composições minhas. Fiz duo com Ney Matogrosso em Tempo afora e De novo; Zélia Duncan (Flores e Avesso), Renato Braz (Depressa e A vida passa por um fio), Lóvia Nestrovski e Fred Ferreira (Fora de hora e Águas passadas)." Música é meu país traz ainda canções como Guanabara, O sol é grande, Novamente, Poema velho, Terra sem fim e Zona Sul, que Fred interpreta em solos.
 
SERVIÇO
Show do cantor, compositor e violonista nesta segunda (23), às 21h, pelo projeto Clube do Choro – 40 Anos. No Espaço Cultural do Choro (Eixo Monumental, ao lado do Centro de Convenções Ulysses Guimarães). Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia para estudantes). Não recomendado para menores de 14 anos. Informações: 3224-0599.  
 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.