Ben Affleck doará lucros de filmes produzidos por Weistein

O ator de Batman seguiu a sugestão do diretor Kevin Smith, que teve a iniciativa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/11/2017 18:15 / atualizado em 06/11/2017 18:19

Todd Williamson/Invision/AP

 
O ator Ben Affleck declarou, durante divulgação do filme Liga da Justiça, que, "daqui para frente", doará a totalidade de ganhos que adquirir a partir de filmes da Miramax e pela Weinstein Company, criadas pelo produtor Harvey Weinstein. 
 
Assista à entrevista na íntegra
 
 
Acusado de assédio por inúmeras atrizes de Hollywood (Gwyneth Paltrow, Angelina Jolie, Cara Delevingne, Lea Seydoux, Rosanna Arquette, Mira Sorvino), Weinstein sofreu anteriormente a mesma represália do diretor Kevin Smith.
 
Na entrevista, o ator de Batman explicou: “Quando Kevin [Smith] sugeriu, decidi fazer a mesma coisa. Então doarei os ganhos futuros dos meus filmes pela Miramax ou Weinstein [Company] para a Film Independent ou RAINN. O primeiro é uma organização [que ajuda] filmes independentes e o segundo é uma organização de mulheres, e eu simplesmente não queria mais receber cheques do cara, sabe? Eu não costumo falar disso, mas foi uma ideia do Kevin, achei ótima e espero que ela se torne popular. Algumas pessoas provavelmente não podem doar todos os seus ganhos futuros, mas se você doar 10% já é alguma coisa”.
 
Os lucros a partir de filmes lançados podem ser adquiridos a partir da exibição deles na televisão, por exemplo. Segundo o ator, o dinheiro será encaminhado para a organização auxiliadora de filmes independentes, a Film Independent, e para a Rede Nacional de Assistência a Vìtimas de Estupro, Abuso e Incesto (RAINN).
 
O grande sucesso da carreira de Affleck foi o filme Gênio indomável, de 1997, produzido, ironicamente, pela Miramax.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.