Meryl Streep relatou assédio de Dustin Hoffman em 1979

O ator teria se apresentado à Meryl de forma inapropriada

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/11/2017 18:20 / atualizado em 08/11/2017 18:53

Internet/Reprodução

 
A atriz Meryl Streep foi entrevistada pela revista Time em 1979 e, na época, revelou um assédio do ator Dustin Hoffman. A entrevista voltou a ser comentada depois que o ator sofreu acusações de duas outras mulheres por assédio. Na ocasião, Meryl explicou que Hoffman se apresentou a ela e, no primeiro contato que tiveram, ele a assediou. "Ele veio até mim e disse, 'Eu sou Dustin — arrotou — Hoffman' e colocou a mão dele no meu seio. Mas que porco desagradável, eu pensei", contou. 
 
Os dois contracenaram em um filme do mesmo ano, Kramer vs. Kramer, longa que marcou no Oscar de 1980, com premiações de melhor diretor, melhor filme, melhor ator e melhor atriz coadjuvante. Os dois últimos foram prêmios a, respectivamente, Hoffman e Streep.
 
Internet/Reprodução
 
 
Segundo uma biografia da atriz, ela e Hoffman brigaram várias vezes no set de gravação. Streep propôs mudanças no roteiro e, após aprovação do diretor, ouviu de Dustin: "Meryl, por que você não para de carregar a bandeira do feminismo e apenas faz a cena?". Outra vez, o ator mudou uma cena e, desavisada, a atriz foi surpreendida por ele lançando uma taça em sua direção, o que acabou com Meryl deixando o set com cacos de vidro no cabelo.
 

Outros casos de assédio

 
A escritora Anna Graham revelou no início deste mês ter sido apalpada pelo ator quando, aos 17 anos, era estagiária na produção do filme A morte de um caixeiro viajante e o ator tinha 47. Em seguida, a roteirista e escritora Wendy Riss contou também ter sofrido assédio por Hoffman em uma reunião.
 
Depois do episódio de Anna vir à tona em meio aos escândalos de assédio em Hollywood, Dustin lançou uma nota se desculpando. "Tenho o maior respeito pelas mulheres e me sinto terrível por qualquer coisa que possa ter feito que a tenha colocado em uma situação desconfortável. Sinto muito. Isso não é um reflexo de quem sou." 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.