Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional homenageia Brahms nesta terça

A última apresentação de novembro da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional traz obras clássicas do alemão Johannes Brahms

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/11/2017 18:18 / atualizado em 27/11/2017 18:19

 Luís Nova/Esp.CB/D.A. Press

  
A programação de novembro da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro será encerrada ao prestar homenagem ao compositor alemão Johannes Brahms. Sob regência de Cláudio Cohen, serão apresentadas as obras Abertura para uma festa acadêmica Op. 80, Variações sobre um tema de Haydn e Sinfonia no. 4 em Mi menor, Op. 98. O Festival Johannes Brahms ocorre nesta terça-feira no Cine Brasília a partir das 20h. 

Obras
Abertura para uma festa acadêmica, Op. 80 foi escrita por Brahms como forma de agradecimento ao título de doutor honorário que recebeu pela Universidade de Breslau, na Polônia. A peça é integrada por melodias alegres e jovens por causa do intuito de ser utilizada na instituição acadêmica. A primeira execução foi realizada pelo próprio Brahms em Janeiro de 1881. A composição caracteriza-se como um dos conjuntos instrumentais mais variados e apresenta elementos sérios e festivos. A sinfonia ainda é dividia em quatro seções - Allegro em Dó menor, Maestoso em Dó maior, Animato em Mi menor e Maestoso em Dó maior

Compostas em 1873, As variações sobre um tema de Haydn, Op. 56 (1833 – 1897) foram responsáveis por consagrar Brahms no mundo da música clássica e por preparar caminho para uma das mais famosas composições - Sinfonia nº1 em dó menor. Os oito temas das variações trazem ao ouvinte diferentes sensações, ao ponto de, ainda que baseado na mesma melodia, parecerem novas canções. 

Sinfonia nº 4 em Mi Menor, Op. 98 (1885) consolida o ápice da produção de Brahms. O forte desta composição é o gran finale, no qual o artista apresenta um tema de oito compassos e 30 variações. Especialistas apontam que essa tenha sido a forma de sintetizar práticas de composição antigas e modernas. 

Serviço
Festival Johannes Brahms
Cine Brasília (305/306 Sul)
Terça-feira, às 20h. Entrada gratuita. Livre para todas as idades. 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.