Confira os novos artistas e festivais selecionados pelo Natura Musical

Edital do Natura Musical selecionou projetos voltados ao impacto social e cultural

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/11/2017 16:20 / atualizado em 28/11/2017 16:22

Leila Penteado/Divulgação

O Natura Musical divulgou, nesta terça-feira (28/11), os novos artistas e projetos que farão parte da edição de 2018 do circuito musical. Foram selecionados 21 artistas e bandas de variadas regiões do Brasil e 10 eventos musicais. A iniciativa reúne ao todo 33 projetos, entre gravação de discos, shows e a formação de um circuito nacional de festivais. 

Os artistas selecionados são: Ava Rocha (RJ), Black na Laje (MG), Bruno B.O. (PA), Carne Doce (GO), Catavento (RS), Drik Barbosa (SP), Francisco, El Hombre (SP/MEX), Iconili (MG), Jards Macalé (RJ), JosyAra (BA), Julia Branco (MG), Larissa Luz (BA), Liniker e os Caramelows (SP), Luedji (BA), Manoel Cordeiro (PA), Molho Negro (PA), Musa Híbrida (RS), Quartabê (SP), The Baggios (SE), Viola Perfumosa (RJ) e Yangos (RS). 

Já entre os festivais estão Bananada (GO), Coala (SP), Contato (SP), Coquetel Molotov (PE), DoSol (RN), Faro MPB (RJ), Música de Rua (RS), Radioca (BA), Se Rasgum (PA) e Timbre (MG). A Natura também estará presente em dois eventos emblemáticos do mercado musical, o Porto Musical (PE) e a SIM SP (Semana Internacional de Música de São Paulo).

A seleção dos projetos Natura Musical


O edital do projeto teve como tema eventos e iniciativas de artistas que se conectam com assuntos de impacto social e cultural. Os projetos foram escolhidos entre 1.618 inscritos no edital público e a indicação dos nomes foi feita por uma rede de curadores formada por 18 artistas, produtores, jornalistas, representantes de festivais e outros players do mercado musical. 
 

Colaboração com produções independentes 

Anualmente, Natura Musical assina cerca de vinte discos, grande parte deles à frente de listas e premiações de melhores do ano, como Melhor do que parece, de O Terno, A mulher do fim do mundo, de Elza Soares, Sobre crianças, quadris, pesadelos e lições de casa, de Emicida, Estado de poesia, de Chico César, Dancê, de Tulipa Ruiz, e os recentes Xenia, de Xênia França, Coração, de Johnny Hooker, Boca, de Curumim, e Natureza universal, de Hermeto Pascoal.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.