James Cameron adianta detalhes sobre Avatar 2

O diretor falou sobre o papel que a atriz Kate Winslet tem na produção. É a primeira vez que eles trabalham juntos desde 'Titanic'

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 29/11/2017 17:10 / atualizado em 29/11/2017 17:22

Reprodução/internet


As filmagens para a aguardada continuação de Avatar 2 está a todo vapor, e agora que Kate Winslet se juntou a produção, o aclamador diretor James Cameron decidiu falar um pouco sobre o novo longa. Essa é a primeira vez que Cameron e Kate trabalham juntos desde Titanic.

Cameron falou à revista Vanity Fair que Kate está interpretando uma personagem que faz parte do “Povo do oceano”, inseridos no novo filme. Essa nova vertente do elenco é responsável por representar uma comunidade que vive no mar e em consequência os atores precisam enfrentar os desafios que este tipo de filmagem requer.

“Ela tem um papel-chave na história e está muito animada, ela estava presente por alguns dias nos ensaios e teve a chance de conferir o mundo que criamos e como ele funciona”, afirmou o diretor. Cameron ainda completou falando um pouco sobre como Kate está disposta a enfrentar todos os desafios por um bom trabalho.

“Ela interpretará uma personagem que faz parte do 'povo do oceano' e a única coisa que ela está exigindo é que ela faça suas próprias cenas na água, e eu disse 'tudo bem, nós vamos ter de ensinar você a mergulhar'”, brincou Cameron.

Desafios em Avatar 2


O motivo do grande atraso para a continuação – o segundo filme tem a previsão de lançamento para 2020 – deve-se à grande precisão técnica das filmagens. Cameron está usando um sistema que associa as gravações a cenas capturadas por fotografias, para deixar o nivel dos efeitos mais reais. 

“Nunca fizeram nada assim, é muito perigoso porque nosso sistema de captura de filmes, como a maioria dos sistemas, é o que chamam de 'base óptica', isso significa que nós usamos milhares de câmeras para fotografar pontos no cenário”, explica o diretor sobre o sistema.

Ainda segundo Cameron, os desafios do novo sistema são imensos: “O grande problema com esse sistema acontece na água, pois existe uma parte entre a água e o ar em que a sensação na tela é de um espelho se movendo. Esse espelho reflete todos os pontos [para as fotografias] e acabam criando falsos pontos”.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.