Jornal Correio Braziliense

Dean-Charles Chapman, o Tommen, fala sobre a cena mais difícil em GoT

O ator foi o convidado do painel da HBO na CCXP

Adriana Izel - Enviada especial
Ator acha que Tommen não teria se matado se o avô estivesse sobrevivido - Foto: Reprodução/Internet
 
São Paulo - Responsável por um dos painéis desta quinta-feira (7/12) na Comic Con Experience, a HBO convidou um dos atores do elenco de Game of thrones para falar sobre a série. O escolhido foi Dean-Charles Chapman, que viveu Tommen Baratheon da terceira até a sexta temporada. Antes ele havia feito outro personagem na série, Martin Lannister.

O jovem ator dividiu algumas de suas impressões sobre a série, como achar que Cersei Lannister era uma mãe ruim para Tommen. "Cersei era uma mãe péssima. Ela só pensava no poder", afirmou.

Sobre o reinado de Tommen, ele acredita que o personagem não teria se matado se o avô Twyin Lannister estivesse ficado vivo. "Faltou cérebro (para Tommen). Ele era muito pequeno e fraco. Acho que se Twyin tivesse vivo, ele também estaria", especula.

Chapman também revelou que gravar a cena da morte de Tommen foi muito complicado. "Foi difícil filmar. Eu fiquei muito nervoso. Eu tinha que cair de fato de uma janela em um travesseiro diversas vezes. Fiquei triste e dolorido", lembra. Foram necessárias mais de 20 repetições até chegar à cena que foi exibida na série.

Perguntado sobre o futuro do Trono de Ferro, o ator diz que gostaria de ver Jon Snow e Daenerys, mas: "Seria muito bom para ser verdade".

A nova temporada de Game of thrones está em fase de gravação e deve estrear apenas em 2019.