Publicidade

Estado de Minas

Humorista é acusado de agredir ex e diz que ela 'se bateu sozinha'

Em vídeo, artista afirmou que mulher 'surtou' antes de tomar cartela de remédio para dormir


postado em 30/01/2018 12:58

Ex-namorada buscou delegacia e hospital após supostas agressões(foto: TV Bahia/Reprodução )
Ex-namorada buscou delegacia e hospital após supostas agressões (foto: TV Bahia/Reprodução )
 
O humorista paraibano Renato Fechine se defendeu das denúncias de agressão feitas pela ex-namorada, Alexandra do Nascimento. A mulher procurou a polícia com hematomas no rosto e no corpo afirmando ter sido espancada pelo artista, que nega as acusações e afirma que ela provocou os ferimentos em si mesma para incriminá-lo, "movida por ciúme".
 

Em um vídeo divulgado nas redes sociais, Fechine admite ter se relacionado com Alexsandra por "um curto período de tempo"."Ela se reaproximou através de outros amigos e pediu para vir aqui para casa e permiti. Movida pelos ciúmes, por eu sou gostoso, essa mulher quebrou a minha casa inteira, bateu a cabeça na parede, quebrou um copo na parede, tentou quebrar uma garrafa de vodca na cara, quis pular pela janela, quis sair nua e peguei ela no elevador", relatou. 

O humorista explicou que a mulher tomou uma cartela de remédios para dormir e "apagou" por dois dias, até que ele a teria acordado com um balde de água. Alexandra foi atendida pelo Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador (BA), depois das agressões. "Ele me deu um murro no olho. O [murro] do ouvido eu nem lembro como foi que aconteceu. Ele me enforcou, até hoje eu estou com dificuldade para mastigar. Eu acho que se eu não tivesse me trancado no banheiro, teria acontecido coisa pior", disse ela ao site G1. Foi realizado um exame de corpo de delito, depois que a vítima prestou queixa na Delegacia da Mulher, mas o laudo ainda não ficou pronto. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade