Publicidade

Estado de Minas

Anitta poderá estrelar filme do roteirista de 'Tropa de elite'

O roterista Rodrigo Pimental, que participou de 'Tropa de elite 2', convidou a cantora Anitta para fazer um dos papéis em novo filme sobre as UPPs


postado em 31/01/2018 16:05 / atualizado em 31/01/2018 20:48

Anitta faria uma personagem chamada Larissa, o nome real da cantora(foto: AFP / DOUGLAS SHINEIDR)
Anitta faria uma personagem chamada Larissa, o nome real da cantora (foto: AFP / DOUGLAS SHINEIDR)

O roteirista Rodrigo Pimental, de Tropa de elite 2: O inimigo agora é outro (2010), convidou a cantora Anitta para estrelar em um filme sobre as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) do Rio de Janeiro. Outro nome que foi chamado para participar da produção foi o do ator Rodrigo Santoro.

 

Ainda não há muitas informações sobre a sinopse do filme e a participação da cantora no longa-metragem foi confirmada pelo colunista Leo Dias, do jornal O Dia. Um dos aspectos que se sabe é que a personagem oferecida a Anitta se chamaria Larissa, o nome verdadeiro da funkeira, e que ela seria uma jovem em busca de emprego e por isso entra na Polícia Militar do Rio de Janeiro. Lá ela entende, que entrou numa roubada, pois perde o melhor amigo e apesar de prender várias vezes o mesmo bandido, ele é sempre rapidamente solto pela Justiça. 

 

As gravações do filme devem começar depois da Copa do Mundo, que termina em 15 de julho. Outra negociação que estão fazendo é a da preparado de elenco de Tropa de elite (2007), Fátima Toledo, que também participou da produção do documentário Ônibus 174 (2002) e tem métodos nada convencionais para treinar os atores. Toledo foi a responsável por transformar Wagner Moura em Capitão Nascimento. 

 

Rodrigo Pimentel, André Batista e Luiz Eduardo Soares escreveram o livro Elite da tropa que deu origem ao filme Tropa de elite (2007). Na continuação do longa-metragem Pimentel, foi convidado a produzir o roteiro ao lado de José Padilha e Bráulio Mantovani.

 

Anitta teve outros momentos em que apareceu nas telonas, como na comédia Copa de elite (2014), na qual fez o papel de uma repórter, Breaking through (2015) e Meus 15 anos (2017), nos quais ela representou si mesma.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade