Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Abate de animais no país é recorde no terceiro trimestre de 2013 Segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira pelo IBGE, Mato Grosso é a região que lidera o ranking

Agência Brasil

Publicação: 11/12/2013 12:08 Atualização:

Rio de Janeiro – O abate de bovinos, frangos e suínos bateu recorde no terceiro trimestre de 2013. A informação consta da Pesquisa Trimestral de Abate de Animais e Aquisição de Leite, Couro e Produção de Ovos e foi divulgada nesta quarta-feira (11/12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Mato Grosso é a região que lidera o ranking.

Em todo o país, o abate de bovinos chegou a 8,91 milhões de cabeças, o segundo maior na comparação trimestral. O aumento é 4,4% em relação aos três meses anteriores e 10,7% em relação ao mesmo período de 2012. A produção de carcaças também bateu recorde e chegou a 2,137 milhões de toneladas, aumento de 6,4% em relação ao três meses anteriores e 11,4% em relação ao mesmo período 2012. Entre os estados, Mato Grosso liderou o abate de bovinos, segundo o ranking calculado pelo IBGE, com aumento de 21,9%, em relação ao mesmo trimestre em 2012. Dentre as regiões do país, o número de cabeças abatidas subiu 14,4% no Norte, 13,3% no Centro-Oeste, 11,1% no Sudeste e 9,9% no Nordeste. Na Região Sul, o IBGE registrou redução de 3,8% na atividade.

Leia mais notícias em Economia

A pesquisa de abate de animais mostra também aumento de 5,3% no abate de cabeças de suínos, que chegou a 9,35 milhões e representa aumento de 0,6% na comparação com o terceiro trimestre de 2012. Já o abate de frangos chegou a 1,44 bilhão de aves, representando aumento de 1,1% na comparação com os três meses anteriores ao levantamento e 8,4% em relação ao mesmo período do ano passado. O peso das carcaças de suínos e frangos atingiu a marca de 900 mil toneladas e 3,1 milhões de toneladas, respectivamente. O aumento em um ano foi 0,4%, em relação aos suínos, e 8,4%, na comparação dos frangos. A Região Sul é líder no abate desses animais, com destaque para o Paraná, seguida da Sudeste, no caso dos frangos.

A aquisição de leite cru chegou a 5,9 bilhões de litros e a de peças de couro chegou a 10,01 milhões. Já a produção de ovos de galinha foi 692,01 milhões de dúzias.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.