Economia
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Forbes coloca Eike na lista de grandes desastres em carreiras em 2013 Empresário brasileiro ocupa a sétima posição entre dez

Fernanda Borges

Publicação: 11/12/2013 15:26 Atualização:

Brasileiro deixou de ser bilionário este ano (Fred Prouser/Reuters/Files)
Brasileiro deixou de ser bilionário este ano

O empresário Eike Batista está na lista de "grandes desastres em carreiras" ocorridos em 2013 do site da revista americana Forbes. Em setembro deste ano, a publicação informou que o empresário não é mais bilionário. No fim de outubro, a OGX, carro-chefe do grupo, entrou com pedido de recuperação judicial, listando dívidas de mais de R$ 11 bilhões. Em seguida, a OSX, com dívida acima de R$ 5 bilhões, também jogou a toalha.

Na lista da revista, o brasileiro ocupa a sétima posição entre dez. “O que aconteceu? Não muito tempo atrás, Batista foi uma das pessoas mais ricas do mundo, com um patrimônio líquido de aproximadamente 30 bilhões”, questiona a revista. A publicação também cita que a fortuna pessoal de Eike foi dizimada pela espetacular queda nos preços das ações das suas empresas, passando de US$ 30 bilhões para menos de US$1 bilhão.

Acusada de racismo por um ex-funcionário, a apresentadora americana Paula Deen encabeça a indesejada lista. Desde então, a chefe celebridade perdeu vantajosos contratos com patrocinadores, entre eles o Walmart.

Em seguida, está o prefeito de Toronto, no Canadá, Rob Ford, que foi filmado usando cocaína e crack. Uma semana depois, Ford admitiu ter usado as drogas. "Sim, eu fumei crack, cocaína," disse ele a repórteres. Apesar da declaração, Ford não foi destituído do cargo, mas teve seus poderes restritos, além de um corte de 60% no orçamento do gabinete.

Leia mais notícias em Economia

O ex-prefeito de San Diego, na Califórnia, Bob Filner, também é citado pela revista americana. Após uma tempestade de acusações de assédio sexual, Filner renunciou em apenas nove meses para um mandato de quatro anos. Filner, que enfrentou acusações de aproximadamente 17 mulheres, recebeu tratamento para distúrbios sexuais em Los Angeles, antes de declarar culpado, em meados de outubro por três acusações.

A Forbes também listou o ator Alec Baldwin, que teve um programa suspenso na rede MSNBC em menos de duas semanas após fazer comentários homofóbicos durante um confronto com um fotógrafo, que foi capturado em vídeo pelo site de celebridades TMZ. Confira a lista.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Daniel Gigante
Ó!!! Assim, assim com o ex-presidente artrópode! O polvo. Digo lula. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.