Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Novo acordo orçamentário vai elevar tarifa de segurança aérea nos EUA O reajuste se aplica a voos domésticos e internacionais e se soma a uma série de outras taxas que os passageiros já têm de pagar

France Presse

Publicação: 11/12/2013 17:41 Atualização:

A taxa de segurança aérea imposta aos passageiros nos Estados Unidos passará de US$ 2,50 para US$ 5,60 por voo, segundo uma cláusula do rascunho de acordo orçamentário anunciado na terça-feira (11/12). O aumento irritou as companhias aéreas.

Em 2011, após os atentados do 11 de Setembro, o governo americano nacionalizou a segurança nos aeroportos e, hoje, emprega 55.600 funcionários encarregados, principalmente, do controle dos passageiros e da bagagem.

O imposto atual financia apenas 30% dos gastos de segurança da Administração da Segurança no Transporte (TSA, na sigla em inglês), garante o governo.

Leia mais notícias em Economia

O reajuste se aplica a voos domésticos e internacionais e se soma a uma série de outras taxas que os passageiros já têm de pagar.

O grupo de pressão do setor Airlines for America (A4A) alega que as taxas sobrecarregam os passageiros, representando pelo menos cerca de 20% do valor total de uma passagem para um voo doméstico no país.

O texto do projeto prevê que a taxa, conhecida como "September 11", comece a ser aplicada em julho de 2014, a US$ 11,20 para voos de ida e volta, para os diretos, ou com conexões.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.