Economia
  • (3) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Receita abre na segunda consulta ao sétimo lote de restituição do IRPF 2013 Poderão ser consultados também os lotes residuais referentes aos exercícios de 2012 a 2008, correspondentes aos anos de 2011 a 2007, respectivamente

Agência Brasil

Publicação: 12/12/2013 13:47 Atualização: 12/12/2013 14:12

A Receita Federal abre na segunda-feira (16/12) a consulta ao sétimo e último lote regular de restituições do Imposto de Renda PF do exercício de 2013. O contribuinte que ainda não recebeu a restituição e não está neste lote caiu na malha fina. Segundo o secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto, pela primeira vez, a consulta e o pagamento ocorrerão no mesmo dia.

O atraso na liberação do lote ocorreru porque a Receita procurou consolidar o maior número possível de restituições na última relação de contribuintes. "Esperamos para consolidar o número com o máximo de restituições em dezembro", disse o secretário.

Na segunda, serão também liberados da malha fina lotes residuais referentes aos exercícios de 2008 a 2012. De acordo com a Receita, 711.309 declarações com expectativa de imposto a restituir ficaram na malha fina deste ano. Barreto disse que o número é normal e está dentro das expectativas.

Leia mais notícias em Economia

Para fazer a consulta, o contribuinte pode acessar o endereço www.receita.fazenda.gov.br, ligar para o Receitafone, no número 146, ou verificar se o dinheiro entrou na sua conta.

*Com informações de Rosana Hessel

Esta matéria tem: (3) comentários

Autor: paulo souza
Que demora para liberar a consulta ao ultimo lote do I.R., 2013. | Denuncie |

Autor: jorge britto
Pra fazer aconsulta no dia do suposto recebimento do dinheiro...não é mais prático checar o saldo????? Êêêêê.....Brasil..!!!!! | Denuncie |

Autor: Frederico Melo
A RFB além de demorar a devolver o que é de direito do contribuinte, costuma NÃO obedecer a legislação vigente, art. 151 III, CTN, que suspende a exigibilidade e impede a compensação do crédito. Quem coíbe estes atos nos órgão públicos? Há MS no STF contra atos arbitrários do delegado da RFB. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.