Economia
  • (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Ministério da Fazenda afirma que não elevará IPI da linha branca Governo garante que não haverá mudanças nas alíquotas nos próximos meses

Simone Kafruni

Publicação: 31/12/2013 12:44 Atualização: 31/12/2013 12:46

No último dia do ano, o Ministério da Fazenda anunciou que o Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) incidente sobre os produtos da chamada linha branca -- geladeiras, fogões, máquinas de lavar e tanquinhos -- não será elevado no início de 2014.

Segundo o governo, também não há expectativa de mudança nos próximos meses, de modo que as alíquotas atuais permanecem no atual patamar indefinidamente. O benefício só vale para os produtos com eficiência energética "A".

A tributação do IPI para geladeiras e refrigeradores vai permanecer em 10% no próximo ano. A alíquota era de 5% até o fim de janeiro deste ano, passando para 7,5% em fevereiro, 8,5% em julho e para 10% em outubro. A alíquota considerada original é de 15%.

Leia mais notícias em Economia

Para os tanquinhos, o IPI continua no atual patamar de 5% em 2014. O IPI de tanquinhos estava em zero no ano passado, subiu para 3,5% em fevereiro deste ano e, em julho passou para 4,5%, avançando para 5% em outubro. A tributação cheia é de 10%.

Para as máquinas de lavar, a alíquota atual é de 10% e já havia a informação do Ministério da Fazenda, divulgada em outubro, de que ela permaneceria neste patamar indefinidamente. Antes do início das reduções do IPI, a taxa das máquinas de lavar era de 20%.

Já os fogões tiveram sua alíquota original, de 4%, retomada em outubro deste ano e assim vão permanecer, conforme o Ministério da Fazenda.

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: paulo
Não espere muita coisa deste governo este ano. O país vai a bancarrota e só vai restar pra ele aumento de imposto. lembro que é ano de copa e ano eleitoral. Vai fazer tudo na calada da noite, depois das eleições, é claro. Governo como este prefiro Paraguay | Denuncie |

Autor: paulo
E ainda não é 1º de abril | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.