Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Telecom Itália nega saber de oferta para comprar filial brasileira TIM Atualmente a filial é administrada pelo grupo espanhol Telefônica

France Presse

Publicação: 03/01/2014 11:12 Atualização:

Roma - A Telecom Itália negou nesta sexta-feira (3/1) estar a par de uma oferta de compra de sua filial brasileira TIM pelo grupo espanhol Telefônica, apesar dos boatos na imprensa que provocaram a disparada no preço das ações da operadora de telecomunicações.

"No que diz respeito às informações não confirmadas na imprensa, a Telecom Itália declara não estar a par de nenhuma oferta sobre a TIM Brasil e volta a repetir que a empresa brasileira é um ativo estratégico", afirma um comunicado. Os boatos divulgados pelo jornal econômico Il Sole 24 Ore provaram uma alta de até 6% nas ações da empresa na Bolsa de Milão.

Leia mais notícias em Economia

Segundo o jornal, que não cita fontes, o grupo espanhol Telefônica, principal acionista da Telecom Italia, teria feito uma oferta para comprar a TIM, que depois operaria em conjunto com a América Móvil e a Oi-Telemar. A oferta estaria em "uma fase avançada de elaboração" e poderia ser apresentada no fim de janeiro, segundo o jornal.

Em dezembro, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) determinou que a participação da Telefônica em duas empresas, Vivo e TIM Brasil, não é compatível com as normas da concorrência. Vivo e TIM são líderes do mercado de telefonia móvel no Brasil con 55,84% do mercado (respectivamente 28,6% e 27,17%), segundo a consultoria Teleco. A Telefónica é a principal acionista da Telco (66%), a empresa que tem 22,4% das ações da Telecom Italia.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.