publicidade

Agencias do INSS de todo o país têm atividades suspensas nesta sexta-feira

Segundo o Ministério da Previdência Social a suspensão ocorreu "devido a necessidade da Dataprev adequar o ambiente central de tecnologia do INSS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 03/01/2014 14:44

Guilherme Araújo

Devido a suspensão do funcionamento do sistema do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) nesta sexta-feira 3/1) em todo o país, muitos brasileiros que foram à uma agencia da Previdência Social ficaram surpresos com a indisponibilidade do atendimento. As consultas de perícia médica tiveram que ser remarcadas. A central de atendimento telefônico 135 também está for a do ar. Uma nota publicada no site do Ministério da Previdência Social explica o motivo: "devido a necessidade da Empresa de Tecnologia e Informação da Previdência Social (Dataprev) adequar o ambiente central de tecnologia do INSS, todas as agências estarão com os sistemas indisponíveis".

Sem saber da notícia, Antenório Cariolano da Silva, 42, levou sua filha que estava de cadeira de rodas até a agência da Previdência Social localizada na 502 Sul, em Brasília, para uma consulta de perícia médica marcada para hoje pelo próprio INSS, mas tiveram que voltar para casa sem o atendimento. "É um absurdo. Moro em São Sebastião e essa já é a segunda vez que venho aqui e minha filha não pode ser atendida. Na primeira vez o médico não apareceu. Agora, falam que o sistema está for a do ar. Eles deveriam ter me informado. Estou agendado para hoje", disse ao mostrar o comprovante de agendamento da consulta.

Leia mais notícias em Economia

O beneficiário Helton Flávio de Melo,32, é motorista, mora na Cidade Ocidental e esteve na mesma agência da 502 sul, mas também não conseguiu ser atendido. "Deveriam ter avisado com antecedência. Tem coisas que podem ser resolvidas numa agência específica por isso vim até aqui", reclamou. A dona de casa Giselda Corrêa Viana, 36, tentou receber explicações sobre o axílio -maternidade que deve receber da Previdência, mas a falha no sistema impediu o esclarecimento. "Me pediram para vir hoje nesta agência, mas pelo visto não souberam me informar. Deveriam divulgar melhor isso. Saí da Candangolândia para não ser atendida. É complicado", desabafou.

A nota publicada no site www.previdencia.gov.br informa ainda que "o atendimento será mantido nas agências para a prestação de informações aos cidadãos ou para protocolar requerimentos que independem da utilização dos sistemas". O Correio não conseguiu entrar em contato com a Dataprev para saber quando o sistema voltará a funcionar. O site da Dataprev - www.dataprev.gov.br - também está for a do ar.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade