Economia
  • (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Ano começa com 49,7 mil vagas para quem quer ingressar no serviço público As oportunidades para quem sonha em ingressar no setor público têm salários de até R$ 22 mil. São 135 seleções com cargos de níveis médio e superior

Simone Kafruni

Publicação: 06/01/2014 06:00 Atualização: 06/01/2014 08:41

O casal Edlon e Tatiane estuda até nos fins de semana. O foco dos dois, no momento, é a Polícia Federal (Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
O casal Edlon e Tatiane estuda até nos fins de semana. O foco dos dois, no momento, é a Polícia Federal

O ano começa com muitas oportunidades para quem pretende ingressar no serviço público. São 135 concursos com inscrições abertas e 49.744 vagas. Alguns cargos oferecem salários de até R$ 22 mil. Para ser aprovado, no entanto, é preciso muita disciplina nos estudos. Mas isso não assusta os concurseiros. Para eles, vale tudo em busca de uma boa remuneração, estabilidade no emprego e uma carga horária mais flexível.

Leia mais notícias em Economia

A fim de realizar o sonho de serem servidores públicos, o casal Edlon Nunes, 24 anos, e Tatiane Novaes, 27, acredita que estudar juntos ajuda na compreensão do conteúdo, garante a atenção necessária para os temas previstos nos editais e até fortalece a relação. “Somos namorados e colegas. Um pouco de cada coisa”, diz Nunes, formado em direito. “Estou inscrito em concursos para nível médio também. O objetivo é passar em algum e seguir buscando algo melhor. Minha primeira meta é a Polícia Federal, mas quero mesmo é chegar a procurador federal”, acrescenta.

Nunes está certo de que, como é formado, estuda para a prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que será realizada no meio do ano, e está matriculado em um curso preparatório, tem grande chance de ser aprovado. “De nada adianta investir em curso preparatório se você não tiver a dedicação necessária. Se você não for aprovado, será dinheiro jogado fora. No meu caso, tenho certeza de que valerá a pena”, afirma.

 

 
A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: Stelvio Pinheiro
Quanoto a uso de detector de metal nos locais de prova...quem entra com o ponto eletrônico ou celular eh o fiscal ou funcionario de serviços gerais do local da prova, ai sim, já lá dentro ele entrega o aparelho ao candidato. Deveria proibir nao so candidato mas TODOS os envolvidos na aplicação. | Denuncie |

Autor: Stelvio Pinheiro
Salário de R$ 22.000,00, tá na cara que vai ter fraude. poxa, passamos 2013 vendo corrupção e acreditar que esses concursos não tem fraude eh pedir demais do povo. Acho legal quando o fiscal chama duas pessoas pra ver q o saco de prova ta lacrado. Kkkk. A prova vazou foi na gráfica antes de lacrar! | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas