Economia
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Loja de móveis sueca abandona meta de dobrar vendas em oito anos "As vendas não cresceram tão rápido quanto esperávamos", disse o presidente Ingka Holding, que compreende todos os negócios da Ikea

France Presse

Publicação: 07/01/2014 13:59 Atualização: 07/01/2014 14:10

Estocolmo - A loja de móveis sueca Ikea disse nesta terça-feira (7/1) que reduziu sua meta de dobrar as vendas entre o ano fiscal de 2012-2013 e 2020. "Nosso objetivo mostrou ser, até agora, muito agressivo", disse Goeran Grosskopf, presidente da Ingka Holding, que compreende todos os negócios da Ikea, ao jornal de finanças sueco Dagens Industri. "As vendas não cresceram tão rápido quanto esperávamos".

A Ikea registrou vendas de 27,9 bilhões de euros no ano fiscal que acabou em agosto, apenas 3,1% a mais que no ano anterior. No período 2011-2012, o crescimento atingiu 9,8%, o mais alto em seis anos. "A principal razão é que a economia mundial não evoluiu com a força que esperávamos", disse Grosskopf.

Leia mais notícias em Economia

No ano passado, o fundador da Ikea, Ingvar Kamprad, conhecido por sua relutância em falar com a imprensa, criticou o projeto da companhia de abrir 25 lojas por ano, o que considerou muito ambicioso. Com 87 anos e sofrendo problemas de saúde, Kamprad deixou várias de suas funções na empresa, mas ainda é ouvido na Ikea. Fundada em 1943, a Ikea possui 303 lojas em 26 países e 139 mil funcionários.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Gregório Ramos
Ai..tinha que ter uma Ikea no Brasil.. é mais barato que as coisas no Brasil, Vou amanhã lá!!! | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas