Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Dólar fecha em alta pelo terceiro pregão seguido; Bovespa fecha no vermelho A moeda norte-americana terminou o dia com valorização de 0,35%, a R$ 2,3657 na venda.

Marina Rigueira - Estado de Minas

Publicação: 16/01/2014 18:41 Atualização:

O dólar fechou em alta ante o real nesta quinta-feira (16/1) pelo terceiro pregão consecutivo. A moeda norte-americana terminou o dia com valorização de 0,35%, a R$ 2,3657 na venda. No acumulado da semana, porém, a divisa se mantém estável. Nesta quinta, o Banco Central (BC) fez a rolagem de todos os 25 mil contratos de swap cambial tradicional ofertados em leilão nesta quinta-feira, movimentando o equivalente a US$ 1,2329 bilhão.

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou esta quinta-feira (16/1) no vermelho, voltando a fechar no patamar abaixo de 50 mil pontos, puxada pela queda das ações da Petrobras, depois de o governo negar discussões sobre um novo reajuste de combustíveis, e pela alta da Selic em 10,5% ao ano, decidida na primeira reunião do ano do Comitê de Política Econômica (Copom), na última quarta.

Leia mais notícias em Economia

Bovespa retoma 50 mil pontos, impulsionada por Petrobras Bovespa recua mais de 2% e fecha no nível mais baixo em 5 meses Poupança bate renda fixa com nova Selic Selic ajuda discurso de Dilma em Davos

O Ibovespa teve perda de 0,82%, a 49.696 pontos. No acumulado desde o início do ano, o índice se desvalorizou 3,52%. As ações da Petrobras recuaram mais de 2%. A maior baixa do índice no dia foi das ações da Eletrobras, que tiveram desvalorização de cerca de 4%.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas