publicidade

Taxa de desemprego entre jovens é mais do que o dobro da geral, em 2013

De acordo com o estudo, o percentual de pessoas até 29 anos que não estão empregadas nem estudando aumentou em 30 dos 40 países pesquisados

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 20/01/2014 13:42

Agência Brasil

O relatório Tendências Mundiais de Emprego 2014 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) , divulgado nesta segunda-feira (20/1), mostra que o desemprego entre os jovens continua aumentando. Em 2013, 74,5 milhões de pessoas entre 15 e 24 anos estavam sem trabalho – quase 1 milhão a mais do que no ano anterior. Isso representa uma taxa de desemprego juvenil de 13,1 %, mais do que o dobro da taxa de desemprego geral de 6%.

No Brasil, 18,4% das pessoas até 29 anos não trabalham ou estudam, segundo a OIT. Entre os homens o índice chega a 12,1%. Em relação às mulheres, a taxa alcança 21,1%. O percentual aumenta para 28,2% entre as mulheres afrodescendentes.

Segundo o relatório, no Oriente Médio, 27,2% dos jovens estão sem trabalho e, no Norte da África, o desemprego juvenil alcança quase 30%. Nas economias desenvolvidas e na União Europeia, 18,3% dos jovens estão desempregados.

Leia mais notícias em Economia

De acordo com o estudo, o percentual de pessoas até 29 anos que não estão empregadas nem estudando aumentou em 30 dos 40 países pesquisados. Na Turquia e na Macedônia, as taxas permanecem altas, com 34,6% e 32,1%, respectivamente, de jovens sem trabalhar ou estudar.

Crescentes taxas de jovens que não trabalham nem estudam são uma grande preocupação para os formuladores de políticas públicas, pois esse grupo não está investindo no desenvolvimento de habilidades para o mercado, segundo o relatório. “Esses jovens que estão sem trabalho ou estudo estão mais insatisfeitos com sua sociedade do que seus colegas que estão em um trabalho ou no sistema educacional”, informa o relatório.

publicidade

publicidade